Fotógrafo registra casas abandonadas que parecem ter congelado no tempo

Algumas ainda têm as camas feitas, os edredons dobrados e os livros empilhados na prateleira. Não fossem as paredes descasadas, as janelas quebradas, os tetos prestes a desabar, as manchas de umidade ou a sujeira envolvente, e diríamos que as casas fotografadas por Niki Feijen ainda esperam seus donos chegar. A verdade é que eles as abandonaram há muito.

O fotógrafo holandês andou pela Europa em busca de prédios, casas ou igrejas abandonadas, dando origem à série Disciple of Decay (Discípulo da Decadência). Apaixonado pela “exploração urbana”, Feijen nos oferece imagens que preservam o sinistro e fantasmagórico lado dos lugares vazios.

Seja por que os donos e proprietários faleceram, ou por simples abandono, estes espaços ficaram largados, virando lar de bichos, insetos e objetos empoeirados. E é sempre curioso pensar como, um dia, todas estas casas já se encheram de vida.

DiscipleDecay1

DiscipleDecay2

DiscipleDecay3

DiscipleDecay4

DiscipleDecay5

DiscipleDecay6

DiscipleDecay7

DiscipleDecay8

DiscipleDecay9

DiscipleDecay10

DiscipleDecay11

DiscipleDecay12

DiscipleDecay13