A favela mais alta do mundo fica num prédio de 45 andares e tem até circulação de motos interna

Uma favela literalmente vertical. A construção megalomaníaca do prédio que seria o Centro Financeiro Confinanzas em Caracas, na Venezuela, começou na década de 90, quando também foi abandonada após a morte de David Brillembourg, o bancário que comissionou a obra. Com a crise no país, o prédio começou a ser ocupado em 2007 e hoje abriga mais de 2.500 pessoas, algumas vivendo em condições precárias.

Dos 45 andares, apenas 28 foram ocupados, por causa da ausência de elevadores. O acesso até o 10º andar é feito por motos que sobem pela garagem lateral, os demais utilizam escadas sem nenhuma segurança.

Embora o prédio mal tenha as paredes terminadas, os próprios moradores reformaram o local e criaram um sistema interno de água, luz e até TV a cabo. Além disso, também é possível encontrar lojas, salão de cabeleireiro e um restaurante funcionando na favela mais alta do mundo.

Esse documentário mostra um pouco do ponto de vista da comunidade:

HYPENESS_Torre_01

HYPENESS_Torre_07

HYPENESS_Torre_03

L

L

L

HYPENESS_Torre_02