Seleção Hypeness: 17 passeios alternativos pra fugir da rotina em SP

Hoje volta a ser dia de Seleção Hypeness, uma oportunidade para compilarmos uma lista com os melhores itens, ideias, destinos ou programas que encontramos ao redor do mundo. E, desta vez, voltamos a ter como protagonista uma cidade que nos diz muito: São Paulo.

Uma megalópole do tamanho de São Paulo sempre reserva atrações desconhecidas capazes de surpreender até mesmo quem já tem o costume de bater perna por aí. Seja o esportista, o boêmio, o geek, a fashionista, o pai de família, não faltam lugares para descobrir fora da rota tradicional de passeios.

Segue uma lista que procura atender a todas as faixas etárias e interesses e que pode contribuir para renovar o prazer de viver na cidade, algo bastante em falta hoje em dia:

1. Uma visita ao mais novo parque de SP

SP1

Vizinho do veterano Villa Lobos, o Parque Estadual Cândido Portinari, inaugurado no final do ano passado na zona oeste, tem foco nos esportistas. Possui uma ciclovia de 1.300 metros, além de uma pista para caminhada e corrida com 940 metros que, integrada a pista do parque vizinho, atinge cerca de 4 km de extensão. Também existe uma pista para os skatistas praticarem downhill, além de quatro quadras poliesportivas, um mini campo de futebol e duas quadras de vôlei de areia. Destaque para a estrutura com painéis fotovoltaicos capazes de captar a luz solar e gerar até mil quilowatts de eletricidade, o que dá e sobra para iluminar toda a estrutura do parque.

2. Uma escalada na Casa de Pedra

SP4

Já há 15 anos no bairro da Pompeia, a Casa de Pedra é o maior ginásio de escalada esportiva do país com paredes de até 14m de altura e mais de 100 vias de escalada guiada, top rope e boulder.

3. Uma visita ao Museu da Voz

SP5

A vozoteca que pode ser visitada todos os sábados na feirinha da Praça Benedito Calixto conta com mais de 5 mil registros sonoros. São fitas cassetes, CDs, DVDs e discos de vinil contendo raridades da música popular brasileira, poemas de Drummond e Vinícius declamados pelos próprios artistas, entre outras preciosidades.

4. Um domingo na Feira Kantuta

SP6

No bairro do Pari, em São Paulo, a feira boliviana Kantuta, que acontece todos os domingos, é a diversão de boa parte da numerosa comunidade boliviana em São Paulo. Lá você encontrará o api, famoso suco de milho roxo, o mani, que é uma sopa de amendoim temperada com legumes, as salteñas, buñuelos, além de infinitas opções de malhas andinas e flautas de pã.

5. Uma passada na Casa da Xiclet

SP7

Não é Underground, é Playground! Não é Ponto de Cultura, é Ponto de Interrogação. Assim se denomina esse espaço localizado na Vila Madalena, onde acontecem exposições, shows, projeções de filmes, cursos e oficinas. Atualmente, abriga a quinta edição do Salão dos Artistas sem Galeria.

6. SUP em Guarapiranga

SP8

Na represa, localizada na zona sul da cidade, é possível ter aulas e alugar equipamentos para a prática de stand up paddle (SUP), esporte cada vez mais popular nas praias brasileiras. Uma das melhores opções de lugar é a TeamBrazil, que oferece toda a estrutura para passar o dia por lá.

7. Um passeio com os pequenos no Mamusca

SP9

O espaço criado em Pinheiros por duas mães paulistanas tem jeitão de casa de vó, com quintal, árvore, tanque de areia, casa de boneca e brinquedos. A proposta é que adultos (pais ou não) possam brincar com crianças de 3 meses a 6 anos. O  imóvel, de 428 metros quadrados, possui estrutura adaptada para as crianças, com banheiros e mesas menores. Ali elas podem participar de oficinas, aula de culinária e ouvir histórias. Há ainda um café bacana para que todos possam recuperar as energias.

Já falamos deste espaço a propósito da Noite do Pijama, aqui.

8. Uma volta na zona cerealista

SP10

A rua Santa Rosa, no Brás, conhecida como a rua dos donos de restaurantes, é uma ótima pedida para comprar iguarias normalmente disponíveis apenas em empórios, como queijo da Serra da Canastra, vinhos da África do Sul e presuntos espanhóis a preços de atacado. A Casa Flora, o Armazém Santa Filomena e o Laticínios Camanducaia são paradas obrigatórias.

9. Bugigangas na Daiso Japan

SP11

Com nada menos do que de 3 mil lojas espalhadas pelo mundo, sendo 1.200 delas em países da Ásia, a grife de tranqueiras japonesa está instalada quase na esquina da Praça do Patriarca desde o ano passado. Tudo tem um preço único, só que em vez de 1,99, lá tudo custa 5,99. São 10 mil itens e 500 lançamentos todo mês. Encontra-se de tudo: de porta-retratos a calças de plástico para vestir sobre a roupa na chuva; de lanternas de bolso com lâmpada LED a cílios postiços; de papéis para origami a estojos de pelúcia. Duvido que você não saia com uma sacola!

10. SoGo Plaza

SP12

Das 130 lojas dessa galeria, na Liberdade, pelo menos 40 são dedicadas a produtos do universo nerd. Lá, você encontra uma variedade impressionante de games, animes, mangás, cards, DVDs, bonecos colecionáveis e, claro, trajes e adereços cosplay.

11. Choque Cultural

SP13

Com 10 anos a serem completados em novembro desse ano, essa galeria na Vila Madalena é um espaço totalmente dedicado à arte urbana, sobretudo a grafitagem.  Daniel Melim e Rafael Silveira são alguns dos artistas que integram o catálogo da casa.

12. Passeio no Museu das Invenções

SP14

Também conhecido como Inventolândia, o museu foi inaugurado em 1996 no bairro de Perdizes e hoje recebe mais de 2 mil visitantes por mês. Estão expostas ali cerca de 500 peças e protótipos, todos patenteados e alguns que já podem até ser encontrados à venda, como a cueca descartável e o dispositivo luminoso para chamar o garçom.

13. Curtição no Espaço Parlapatões

SP15

Localizado no burburinho da renovada praça Roosevelt, é um misto de palco para espetáculos teatrais e apresentações musicais regadas a muuita cerveja e comidas rápidas. Um dos lugares mais autênticos e agitados da madrugada paulistana!

14. Uma noite romântica na Casa de Francisca

SP16

A menor e, para muitos, melhor casa de shows de São Paulo. À luz de velas, a casa localizada nos Jardins oferece pocket shows instrumentais e apresentações intimistas de MPB de primeira linha.

15. Memorial da Inclusão

SP17

O espaço na Barra Funda possui o maior acervo da América Latina de fotografias, documentos, áudios e vídeos que contam a história das conquistas das pessoas com deficiência. Entre as principais atrações, estão a Sala Preparatória dos Sentidos, que propõe o teste dos sentidos com texturas, alterações de temperatura, sons e cheiros.

16. Que tal um passeio noturno no Zoológico?

SP18

O passeio, que acontece já há dez anos, permite observar melhor várias espécies de animais de hábitos noturnos, que muitas vezes encontram-se menos ativas durante o dia, tais como hipopótamos, tamanduás-bandeira, onças, leões, tigres, lobos, tigres-brancos e, obviamente, corujas e morcegos.  Ocorre quinzenalmente às sextas-feiras, em datas pré-estabelecidas – corre lá no site porque a procura é grande!

17. CAOS

SP19

Não poderia faltar nessa lista a loja de antiguidades e quinquilharias/bar e balada mais incrível da Rua Augusta. Arrisco dizer que quem nunca deu pelo menos uma passadinha no lugar, que foi inclusive tema de uma série do History Channel , não conhece o que São Paulo tem de melhor!

faixa-selecao-hypeness