A improvável amizade entre dois cães e um filhote de hipopótamo abandonado

Foi encontrado perdido, presumivelmente abandonado pela mãe, com apenas duas semanas de vida. Douglas, como foi chamado o “pequeno” hipopótamo, foi levado para a Chipembele Wildlife Education Trust, organização que se dedica à conservação da vida selvagem. Douglas é acompanhado por uma equipe do projeto, mas foi a amizade com dois cães terriers que despertou a curiosidade dos responsáveis.

Apesar de ter apenas duas semanas quando foi resgatado, foi necessária a intervenção de seis homens para tirar o hipopótamo do avião que o transportou (pesava 45 quilos). Desde aí, Douglas é alimentado com leite e foi ensinado a nadar, na piscina da organização. O objetivo é que ele, quando crescer, possa ser reintegrado no seu habitat natural. A Chipembele fica na região do rio Luangwa, lugar que é ponto de passagem de hipopótamos e elefantes em algumas épocas do ano.

Molly e Coco vão certamente sentir a falta do, literalmente, grande amigo. Ao contrário do que seria de esperar, e apesar das diferenças de tamanho, os três parecem se relacionar de forma natural, o que tirou Douglas da solidão a que foi vetado pela mãe.

Douglas&Friends1

Douglas&Friends2

Douglas&Friends3

Douglas&Friends4

Douglas&Friends5

Douglas&Friends6

Douglas&Friends7

Douglas&Friends8

Hipopótamos machos podem crescer até 1,5 metros de altura e mais de 4,5 de comprimento. Podem também viver até aos 40 anos, o que significa que Douglas tem ainda muito tempo para voltar a ser reintegrado na natureza.

Douglas&Friends9

A Chipembele lançou um pedido para que as pessoas fizessem pequenos donativos que ajudassem a pagar a despesa em alimentação e saúde de Douglas. Em pouco tempo, foi reunido dinheiro suficiente para que ele possa continuar a crescer e recuperar durante os próximos meses.

Douglas&Friends10

Douglas&Friends11

todas as fotos via