Projeto ensina crianças e jovens a construir câmeras fotográficas a partir de latas de sardinha

O educador, filósofo e escritor Rubem Alves, que nos deixou na semana passada, certa vez disse uma verdade que muitos não veem: “o objetivo da educação não é ensinar coisas, porque as coisas já estão na internet e nos livros: o objetivo é ensinar alegria de pensar, criar na criança uma curiosidade”.

Nos lembramos de Rubem Alves quando descobrimos o projeto Lá Tinha, idealizado pelo publicitário Bob Ferraz e pelo fotógrafo Diego Bastos Cunha. O nome do projeto já diz ao que veio: ele consiste em mostrar às crianças novas formas de aprendizado e a descoberta de novos olhares, desafiando-as a registrar o que ‘lá tinha’, em sua comunidade.

A comunidade em questão fica em uma região carente de Lisboa, Portugal, que tem como grande símbolo cultural e gastronômico a sardinha, que são normalmente comercializadas em ‘latinhas’, que depois são jogadas fora. Os criadores juntaram todos esses elementos e idealizaram um projeto que ensina crianças e jovens a construírem suas próprias máquinas fotográficas a partir das latas de sardinha, em conjunto com outros objetos encontrados em casa. A única exceção é o filme fotográfico.

Vale a pena assistir e ver o resultado desse engenhoso trabalho:

latinha

latinha2

latinha3

latinha4

latinha5

latinha6

latinha7

As fotos tiradas pelas crianças podem ser vistas no site do projeto, aqui. Os responsáveis pensam ampliar o projeto para outros bairros de Lisboa e também pelo Brasil.