Estudante cria garrafa que filtra água e promete evitar o desperdício e melhorar a vida de comunidades carentes

Quantas vezes você já passou sede na vida? Ruim, né? Pior ainda é ver uma poça imunda e pensar que aquilo ali é água, só está contaminada e você não tem como fazer milagre. Mas parece que este obstáculo da vida está com os dias contados, graças à invenção do estudante Jeremy Nussbaumer e a sua garrafa que filtra a água, a Drink Pure.

Os filtros com base em carvão ativado já existem, em diversos preços e modelos, pra fornecer água potável. Com este novo aliado, a tendência de combater o desperdício só tende a aumentar. Feito de material reciclado, o filtro se adapta facilmente a uma simples garrafa PET, que funciona em três etapas simples: a água poluída passa por um pré-filtro que elimina as sujeiras e restos de vegetação; a água passa então por uma camada de carvão ativado, onde se retêm os odores, metais pesados e produtos químicos. Por fim, um revestimento com poros de tamanho preciso e distribuição homogênea barra as bactérias, fazendo com que a água limpa venha com tudo pra matar sua sede.

A ideia não serve somente pra substituir um mero copo d’água, mas acaba evitando várias outras coisas. Dentre elas, os efeitos causados pela água contaminada, principalmente em países onde o saneamento básico é precário, além de fazer com que o desperdício seja coisa do passado. A Drink Pure visa a fabricação local, o que barateia ainda mais seu custo, tornando-a acessível em todos os cantos do planeta.

O projeto está no site de financiamento coletivo Indiegogo, onde aguardava 40 mil dólares para conseguir se financiar, mas já conquistou mais de 60 mil com a ideia, descrita em três idiomas.

drinkpure2

drinkpure

drinkpure7

drinkpure4

drinkpure6

drinkpure9

drinkpure3

drinkpure-internaa

drinkpure8

Todas as fotos: Divulgação/Drink Pure