Seleção Hypeness: 10 ferramentas digitais criadas no Brasil pra dar mais transparência à política

Se há algo de realmente novo no cenário político que, de fato, podemos e devemos comemorar é o uso da tecnologia para informar e, sobretudo, aproximar o cidadão de governantes e postulantes a cargos públicos. Inovação é a palavra chave para definir as redes sociais, plataformas, ferramentas e apps criados no país nos últimos tempos com o propósito de oferecer maior transparência ao processo eleitoral que se aproxima.

A Seleção Hypeness da semana indica 10 opções que priorizam a informação, a interatividade e, obviamente, o apartidarismo. Confira:

1) Truco

O projeto da Agência Pública permite checar os dados mais relevantes apresentados pelos presidenciáveis durante os programas exibidos na TV e no rádio. A informação é classificada como: Não é bem assim (exagero), Blefe (falsa), Tá certo, mas peraí (correta, mas precisa ser contextualizada) e Zap! (correta e relevante) e Que medo! (propostas que podem causar uma série de transtornos ou afetar negativamente alguns grupos da população). Os realizadores também se comprometem a “pedir o truco”, um desafio público às campanhas para que expliquem promessas ou dados importantes aparentemente insustentáveis.

Eleicoes1

Foto © Pública

2) Newsletter Incancelável

Os eleitores que se cadastrarem receberão, por 4 anos, boletins mensais com as principais notícias sobre os candidatos que ajudarão a eleger em 2014. O internauta deve indicar no site seu estado e quais candidatos a presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual pretende acompanhar. Depois, basta informar seu endereço de e-mail e começar a receber a newsletter com notícias dos candidatos. Apesar do nome, o serviço online não é incancelável, já que as leis brasileiras não permitiriam isso. Porém, de acordo com os criadores, o processo de cancelamento é o mais difícil possível, ou seja, ‘não pense que você vai esquecer facilmente em quem votou, como acontece muito por aí’.

Eleicoes2

Foto © Mundo do Marketing

3) Voto x Veto

Conhecido também como o ‘Tinder das Eleições’, o app permite avaliar com seu voto ou veto propostas retiradas diretamente dos planos de governo em um teste cego e, então, descobrir de um modo imparcial qual candidato mais se assemelha ao perfil que você busca em um presidente da República.

Eleicoes3

Foto © Voto x Veto

4) Ranking Políticos

Usando dados públicos de diversas fontes públicas informativas, o site dá ou tira pontos dos políticos brasileiros, levando em consideração a presença nas sessões, privilégios, participação pública, processos judiciais e qualidade legislativa. Qualquer pessoa pode participar fornecendo informações que poderão adicionar ou retirar pontos dos políticos.

Eleicoes4

Foto © Ranking Políticos

5) Vote na Web

A proposta é acompanhar, entender e votar contra ou a favor dos projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional. É possível comentar, visualizar o estado da votação, a situação em que se encontra o projeto (tramitação, aprovado, reprovado…), ler as propostas na íntegra, enviar mensagens aos parlamentares e buscar projetos semelhantes. Outra funcionalidade bem interessante, sobretudo nas eleições, é avaliar como deputados e senadores candidatos à reeleição se posicionaram em relação às principais pautas políticas.

Eleicoes5

Foto © Vote na Web

6) Política de Boteco

A ideia é beber e falar de coisa séria: levar os Projetos de Lei mais polêmicos, que estão adormecidos nas gavetas do Congresso Nacional, para a mesa de bar. União civil de homossexuais, punição para quem criar perfil falso de outra pessoa na internet, novas regras para manifestações, proibição de vendas de bebidas alcoólicas tipo ice e vodka de frutas, fim da maioridade penal e proibição de veiculação de imagens de corpos mutilados são algumas das propostas podem ser comentadas, votadas e compartilhadas por meio do aplicativo.

Eleicoes6

Foto © Política de Boteco

7) Transparência

Esse app (disponível apenas para iPhones por enquanto) inclui dados de todos os candidatos a eleição, não apenas de presidentes, governadores, senadores e deputados, mas também de vices e suplentes. É quase uma enciclopédia dos políticos, incluindo a situação da candidatura, declaração de bens, certidões criminais, propostas e despesas. É possível, por exemplo, acompanhar quais empresas estão doando dinheiro para as candidaturas e verificar, centavo por centavo, as despesas com as campanhas.

Eleicoes_7

Foto © Tecnoblog

8) Colab.re

Rede onde o cidadão pode denunciar a má qualidade nos serviços públicos, inclusive postando fotos, fazendo sugestões e cobranças. Os órgãos públicos, por sua vez, podem monitorar e interagir diretamente com a população através de mensagens e notificações.

Eleicoes8

Foto © Follow the Colours

9) Você Fiscal

O objetivo é receber dos eleitores fotos dos Boletins de Urna, que mostram os votos recebidos por cada candidato em cada seção eleitoral, e fazer uma apuração paralela. Com isso, o professor da Unicamp Diego Aranha, que conseguiu levantar R$ 30 mil no site de financiamento coletivo Catarse para tirar o projeto do papel, quer que os celulares sejam uma ferramenta para tornar as eleições mais participativas.

Eleicoes9

Foto © Catarse

10) Vote Lab

O projeto, ainda em busca de financiamento no Catarse, é uma plataforma digital que usa um algoritmo para calcular índices de afinidade. Eleitores e candidatos avaliam 20 afirmações elaboradas com base nos projetos de lei mais controversos do Congresso. O algoritmo analisa as respostas e apresenta um mapa exclusivo para cada eleitor com seus 5 candidatos com maior afinidade. A plataforma estará disponível para encontrar os candidatos para Deputado Estadual, Deputado Federal e Senador, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Eleicoes10

Foto © Catarse

Em respeito à Legislação Eleitoral, é importante destacar que todas as imagens apresentadas neste artigo servem exclusivamente para ilustrar as funcionalidades dos apps, sites e plataformas.

Além disso, incluímos aqui somente os serviços que declaram não ter ligação com candidatos ou grupos políticos.

faixa-selecao-hypeness