Como Amsterdã transformou um cais poluído em um espaço de arte, cultura e criatividade

Talvez um dos maiores desafios da nossa geração seja transformar “lixo” em “luxo”, e esse é um caso super bem sucedido. Antigamente, a área ‘Ceuvel Volharding’ abrigava um cais para embarcações. O espaço foi ficando abandonado com o tempo, se tornando um canto poluído e esquecido no norte de Amsterdã. Depois de uma competição criada pela cidade, os arquitetos da space&matter e Marjolein Smeele, junto com um time de especialistas da Delva Landscape Architects, criou um projeto inovador nas áreas de urbanismo, arquitetura e sustentabilidade. Eles propuseram  usar a reciclagem e a manutenção da vegetação da região como principais estratégias para “consertar” a área, evitando os custosos e complexos processos de despoluição disponíveis hoje. Usando estratégias simples, como a utilização de antigas houseboats (as famosas casas-barco) e limpeza do solo através da vegetação, esse antigo cais se tornou o De Ceuvel – um experimento inovador de sustentabilidade.

ceuvel1

O primeiro passo para a criação do espaço, foi solucionar o problema da poluição do solo e da água, causadas pelo antigo porto. Eles usaram técnicas de fitorremediação, que consiste no uso  de plantas para remover, imobilizar ou tornar inofensivos ao ecossistema contaminantes orgânicos e inorgânicos presentes no solo e na água. Estima-se que dentro de 10 anos, a poluição terá sido revertida com essa técnica e o espaço poderá ser devolvido para a prefeitura de Amsterdã.

ceuvel2

Antigas houseboats foram transformadas em 17 ateliês para empreendedores criativos. Os barcos foram equipados com um sistema de aquecimento sustentável, telhados verdes e células fotovoltáicas. A água utilizada é purificada com filtros orgânicos e os nutrientes da água que seria descartada são reutilizados. Os resíduos orgânicos dos banheiros também são convertidos em energia, sendo desnecessária fazer uma ligação com o sistema de esgoto da cidade.

ceuvel3

JPJ De Ceuvel tilt haar boten op land

O Ceuvel Café, criado com ajuda de crowdfunding, é uma das atrações do local que abriu no verão de 2014. É um espaço de comida boa com preço justo, teatro, exposições de arte, música ao vivo e cinema. Lá também acontecem palestras, workshops e degustações. No futuro, a ideia é que eles também vendam vegetais orgânicos produzidos nas redondezas.

foto1.ams

cafe2

cafe3

cafe5

cafe6

fotos: fanpage Café de Ceuvel

Essa é a prova de que espaços urbanos podem ser reapropriados e repensados para servir a população. E que bom seria se iniciativas como esta não inspirassem somente os países europeus vizinhos, mas que chegassem a este lado do Oceano. Em uma cidade como São Paulo, onde a poluição é um problema sério, o valor dessa ideia é incalculável. Para o ambiente e para todos os que nele habitam. Vamos nos inspirar?

Todas as fotos © De Ceuvel

*Este post é um oferecimento da Heineken open your world.