Inventor cria máquina que transforma refrigerante em água potável

Há muitos países no mundo em que é mais fácil conseguir uma garrafa de Coca Cola do que um copo de água potável. Não é surreal? Em uma intervenção criativa e recheada de crítica, o artista multidisciplinar Helmut Smits criou uma máquina capaz de transformar refrigerante em água pura. Chamado de “The Real Thing” – qualquer semelhança com um dos motes da marca não é mera coincidência. O projeto foi apresentado durante a Dutch Design Week, a Semana de Design da Holanda.

O artista teve a ideia de criar a máquina em 2006, mas precisou da ajuda de Martien Wündermann, do Synthetic Organic Chemestry Gorup, da Universidade de Amsterdam, para colocá-la em prática. A invenção ferve o refrigerante, condensando o vapor criado e adicionando sais minerais para tornar a água própria para o consumo.

“Quando eu olhei para a Coca Cola como se fosse a primeira vez, eu vi água suja e marrom, então me pareceu lógico filtrá-la para ter água potável, assim como fazemos com o esgoto”, afirma Helmut Smits. Alguns estudos mostram que para produzir 1 litro de Coca Cola, são gastos 9 litros de água potável e, segundo o artista, este foi outro fator que o motivou a seguir em frente com o projeto. “É absurdo”, afirma ele.

O artista não pretende vender máquinas como esta e muito menos bater de frente com a multinacional. Para ele, a “The Real Thing” é a forma que encontrou para fazer as pessoas refletirem sobre o mundo e o que tem dentro de seus copos.

coca-cola-agua1

coca-cola-agua4

coca-cola-agua5

coca-cola-agua6

coca-cola-agua7

Todas as fotos © Helmut Smits