Arquitetos desenvolvem sistema inteligente de captação de água da chuva

Em algumas cidades do Brasil a água já é um bem escasso. E isso tem muito mais relação com a maneira como usamos este recurso do que com a falta de chuvas. Mas a utilização de um sistema de captação de água da chuva pode ser uma ótima solução para esse problema.

Pensando nisso, os arquitetos Uli Zens e João Pedro David, do Incriatório, criaram um sistema vertical de captação e armazenamento de água da chuva que ocupa bem menos espaço do que as cisternas tradicionais. Inaugurado este mês em uma casa na Lapa, em São Paulo, o sistema armazena 320 litros de água em menos de meio metro quadrado.

Por ser modular, o sistema é facilmente adaptado a diferentes condições, podendo ser utilizado em empresas, casas e edifícios. O funcionamento é simples: a água é captada pela calha e passa por um filtro que separa a água das folhas. Depois disso, ela poderá ser utilizada para regar plantas e limpar a casa, por exemplo. Mas a ideia é ainda mais ambiciosa e prevê, em um momento posterior, utilizar plantas para o tratamento da água, em um processo chamado de biorremediação.

Dá uma olhada:

cisterna1

cisterna2

cisterna3

cisterna4

cisterna5

cisterna6

cisterna7

A implantação de um sistema similar ao das fotos custa em torno de R$ 9.000 e é possível solicitar um orçamento pelos e-mails uli@incriatorio.com e joaopedro@incriatorio.com. O valor inclui o projeto, filtro, materiais, mão de obra especializada e garantia.

Todas as fotos via Planetária Soluções Sustentáveis