Ex-vendedor de sanduíches na praia inova e faz sucesso com franquia de fast food saudável no RJ

Tudo começou em 2006, quando os pais de Raphael Krás decidiram cortar sua mesada. Aos 19 anos, o carioca nascido e criado no Leme acabara de entrar na faculdade, mas não trabalhava. Foi quando sua avó lhe emprestou a quantia de R$ 50 como incentivo para que começasse seu primeiro negócio.

Naquela época, Raphael já percebia na cidade a tendência por buscar uma alimentação mais saudável. E sabia que essa demanda não vinha sendo atendida pelos vendedores ambulantes das praias que frequentava. Foi por isso que o dinheiro da avó e investidora-anjo acabou sendo usado na compra de uma caixa de isopor e ingredientes como carne de soja e pão integral. Raphael fez 8 hambúrgueres vegetarianos e saiu para vender na praia. Assim nasceu o Hareburger, que hoje é uma lanchonete popular do Centro do Rio com uma unidade franqueada em Ipanema.

Antes de abrir a primeira loja, foram cinco anos de trabalho na areia. Os sanduíches custavam em torno de R$ 7,00 e sempre vinham acompanhados por uma explicação divertida da proposta. Logo surgiram os primeiros apreciadores e o criador começou a incrementar suas receitas, trazendo ingredientes mais sofisticados como shitake e castanha de caju.

Então o boca a boca entrou em cena. A ponto de serem vendidos até 200 hambúrgueres em determinados dias. Tudo na praia, andando de barraca em barraca. O passo seguinte foi dado em 2011, quando Raphael usou o dinheiro economizado até então e, junto com dois amigos, inaugurou a primeira lanchonete da Hareburger.

Quem diria que aqueles R$ 50 se tornariam uma rede de fast food saudável? Bença, vó!

hare09

hare08

hare03

hare02

hare18

hare11

hare12

hare07

hare10

hare16hare15

hare22

hare21_OK

hare23

Conheça o chef vegetariano de apenas 12 anos que dá palestras sobre alimentação saudável.

Todas as fotos via