Empreendedorismo

Conheça pessoas que ganham dinheiro na web sendo patrocinadas mensalmente pelos seus seguidores

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Há muitos anos, durante o período Renascentista, na Itália, artistas tinham talento de sobra, mas nem sempre dispunham de dinheiro para bancar suas produções – o tempo passou, mas as dificuldades continuam as mesmas, hein? A fim de possibilitar grandes projetos de escultura e pintura, eles eram apadrinhados por pessoas que, além de muito dinheiro, tinham grande apreço às artes. Chamavam-se mecenas. E em pleno 2015, parece que esse conceito anda em alta.

Observa-se uma tendência crescente a contribuir para o desenvolvimento de novos produtos, por meio de crowdfunding, em sites como o Kickstarter. Contudo, a ajuda financeira online não está restrita a isso. Muitos produtores de conteúdo online têm utilizado uma nova forma de monetização chamada de crowdfunding recorrente, que permite que seguidores colaborem mensalmente com projetos que gostarem, contribuindo com a partir de R$10 reais mensais. Essa é uma maneira muito eficaz de produtores contínuos de conteúdo obterem uma renda e um fluxo de vida sustentável. Vários sites já permitem criar contas para entrar nesse modelo de patrocínio, sendo os mais conhecidos o Patreon e o Unlock.

Um exemplo bem sucedido de crowdfunding recorrente é o Canal do Otário. Por se tratar de um canal que fala várias verdades – o que dificultaria a monetização através do patrocínio de marcas – seu criador recorreu a esse novo sistema de monetização, no qual seus seguidores pagam uma quantia mensal para que ele continue produzindo conteúdo. Atualmente, o canal já arrecada a quantidade de $2,931.51 por mês.

Outro exemplo bem sucedido é o Do Campo À Mesa, da Francine Lima (já falamos do trabalho dela aqui). Em seu canal, Francine revela verdades que as grandes marcas tentam esconder sobre seus produtos alimentícios. Ela analisa rótulos de alimentos industrializados deixando muitas marcas numa saia justa. Como já é de se imaginar, seria difícil conquistar um patrocínio de marcas de alimentos para seu canal. Por isso, ela recorreu ao crowdfunding recorrente. Hoje ela já tem o apoio de 100 seguidores e já consegue ganhar $550.50 mensalmente com o projeto.

Um outro exemplo é o do brasileiro Pedro Céu, que tem um canal dedicado a contar histórias de pessoas que criaram suas próprias histórias, o CoCriativo. Hoje ele já conta com o apoio mensal de 25 pessoas, o que atualmente lhe dá o rendimento de pouco mais de R$ 1.000,00 por mês. Sua meta atual é conseguir chegar nos R$ 3.000,00 mensais

Esta é uma tentativa de mudar a forma como o conteúdo online é monetizado, tendo como foco dar condições melhores para que essas pessoas criem conteúdo de qualidade. No caso do produtor de conteúdo não entregar a quantidade de material prometida, ele não recebe o dinheiro, o que dá uma segurança para os apoiadores. Também é possível deixar de contribuir com um projeto apenas com um clique, não existe contrato ou obrigatoriedade de manter a ajuda durante algum período determinado.

O que você pensa sobre esse sistema? Você contribuiria? Para conhecer projetos e quem sabe apoiar seus favoritos, você pode procurar por eles no Patreon ou no Unlock.

patreon2

pateron5

patreon1

patreon4

patreon6

patreon7

patreon8

Todas as fotos © Patreon


Redação Hypeness

Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Novo curso de desenvolvimento de processos criativos da Perestroika te ajuda a enxergar além