O pai que tatua o braço com os desenhos do filho desde que ele tem 5 anos

Onde você guarda os desenhos criados por seus filhos pequenos? Coloca-os na geladeira? Deixa-os em uma caixa ou gaveta? O canadense Keith Anderson pensou em uma forma inovadora de lembrar-se deles para sempre: decidiu transformá-los em tatuagens, que hoje cobrem seu braço direito.

Anderson deu início ao seu projeto quando Kai, o garoto, estava com apenas 4 anos. Agora, ele está com 11 e, desde então, todos os anos o pai escolhe um desenho para tatuar. “Pessoas que não gostam muito de tatuagem entendem e parecem achar bonitinho. Outros pensam que eu deixei meu filho desenhar com canetinha. Eu digo a eles que ele desenha em mim, mas é o tipo de desenho que não sai e eles parecem ficar chocados. Amigos, familiares e estranhos tatuados amam a ideia“, contou ele ao Huffington Post.

Três tatuadores diferentes já foram responsáveis por passar a arte de Kai para a pele. Nos últimos anos, o garoto tem acompanhado o pai e até se arriscou a fazer parte de uma das tatuagens. “A primeira foi a flor – eu tatuei quando ele estava no jardim de infância. Então nós fomos e fizemos o nome dele e a casa de quando tinha 4 anos. Quando ele tinha 6 nós fizemos o cavalo marinho e 7 foi a folha de Maple com o C de “Canadá”. 8 foi o vitral, que é um dos meus favoritos; foi sua própria ideia abstrata“, contou ele ao fotógrafo Chance Faulkner, autor das fotos abaixo.

Além de lindas, as tatuagens carregam memórias incríveis sobre a infância de Kai. E o que Anderson vai fazer quando acabar o espaço no braço? “Acho que ele [Kai] terá de criar desenhos menores“, brincou.

keith-anderson-tattoo1

keith-anderson-tattoo2

keith-anderson-tattoo3

keith-anderson-tattoo4

keith-anderson-tattoo5

keith-anderson-tattoo6

keith-anderson-tattoo7

keith-anderson-tattoo8

keith-anderson-tattoo9

keith-anderson-tattoo10

keith-anderson-tattoo11

keith-anderson-tattoo12

keith-anderson-tattoo13

keith-anderson-tattoo15

Todas as fotos © Chance Faulkner