Seleção Hypeness: conheça 25 centros culturais alternativos em SP

Embora tenha boas opções de centros culturais mantidos pela Prefeitura e pelo Governo, São Paulo tem reunido um bocado de gente em busca de ocupar espaços, trabalhar em rede e criar conexões para promover debates e atividades que expandem o âmbito cultural alternativo da capital.

Os espaços, sempre com uma pegada bacana e original, funcionam de forma colaborativa ou particular, fornecendo programação suficiente para ninguém ficar parado. E mais: estimulam o espírito de criação coletiva, ideal para tornar a metrópole um lugar mais agradável, com maior qualidade de vida e interesse por políticas públicas e sociais.

Pra quê ir ao shopping se você pode se jogar nos mais diversos centros e espaços culturais alternativos da cidade? Não importa qual é a sua área de interesse, existe um lugar onde você vai se encontrar e abrir a mente.

Vem ver a Seleção Hypeness da semana.

1. Centro Cultural Ouvidor 63

O espaço de ocupação artística na rua Ouvidor reúne eventos relacionados a arte e a cultura, agregando pessoas que queiram fazer parte do movimento. Shows, cursos gratuitos, vivências artísticas e peças teatrais são parte da programação.

ocupaouvidor

2. O Farol

Um antigo prédio do centro da cidade, apelidado de Farol, reúne grupos como o Eduqativo – Instituto Choque Cultural, o Fluxo e a Balsa, cada qual focado em algumas ações. O primeiro é uma organização sem fins lucrativos focada em arte, desenvolvida pela galeria Choque Cultural; o segundo é uma redação independente e estúdio de streaming para experiências em jornalismo e não-ficção; e o terceiro, no topo do edifício, é uma casa de encontros para cursos, festas, palestras e demais eventos.

farol

3. Laboriosa 89

Espaço para workshops e debates destinado a pessoas que querem empreender em projetos de diversas áreas. É um ambiente que conecta pessoas com ideias inovadoras.

laboriosa89

4. Casa do Núcleo

Centro cultural dedicado à música criativa do mundo todo, a Casa do Núcleo promove convivência, diálogos e apresentações musicais, concertos, exibição de filmes musicais e cursos. Sua estrutura conta ainda com um acervo de acesso gratuito a discos e livros de música, além de uma cozinha criativa.

casa do nucleo

5. Mundo Pensante

Espaço multicultural que integra música, artes visuais e artes do corpo. A estrutura acolhe desde ensaios de grupos artísticos, workshops e cursos e exposições de arte, até exibição de filmes, espetáculo, eventos e festas.

mundopensante

6. Casa do Povo

Há mais de 60 anos, a Casa do Povo atua como lugar de memória e centro cultural em sintonia com o pensamento e a produção artística contemporânea. Promove debates, laboratórios de criação e conta com programação multidisciplinar.

casa do povo

7. Espaço de Cultura Bela Vista

O ECBV tem como filosofia a valorização cultural e social do bairro Bela Vista (Bixiga), seja através das artes, da culinária, da educação, dos regionalismos e de todos os movimentos que façam parte da construção da identidade coletivada deste pedaço único de São Paulo. O espaço conta com  sala para exposições, café cultural, núcleo de publicações independentes, sala para cursos e oficinas, além de um ateliê coletivo e espaço na internet.

ecbv

8. Matilha Cultural

O espaço cultural independente provoca debates políticos com foco em questões ambientais e de direitos humanos, além de apoiar movimentos artísticos independentes. A programação é gratuita ou a preços populares, incluindo exposições, shows, debates com senso político e cultural, palestras e oficinas que consolidam a democratização do conhecimento. E ah! Seu animal de estimação é bem vindo.

matilha cultural

10. Labhacker

Laboratório que fica entre a intersecção da política e da tecnologia, promove oficinas focadas em dados abertos, cultura e ética hacker, transparência e participação política. A programação infantil conta com oficinas, jogos, filmes e contação de histórias. Certamente este é um programa bem diferente para os filhos, promovendo conhecimento de áreas que pouco lidam na escola, sendo ainda responsáveis pelo projeto Quem Manda Aqui, livro que ensina política para crianças pequenas.

labhacker

11. Cineclube Socioambiental Crisantempo

Como diz o nome, o clube de cinema está focado na temática ambiental, promovendo debates, feiras de trocas e sessões de filmes e documentários que abordam os temas relacionados à natureza, comportamento e etc.

cineclube

12. b_arco Centro Cultural

Com programação variada semanalmente, o b_arco promove eventos, shows, peças exposições e performances, além ter uma área de educação e pesquisa onde são realizados cursos livres, debates e núcleos de investigação. Não perca as baladas literárias!

ccbarco

13. Casa de Tijolo

Espaço independente voltado a artes visuais, a Casa de Tijolo é um projeto colaborativo focado em exposições, debates, cursos, residência artística e outras formas de difusão e aprofundamento do meio artístico.

casa de tijolo

14. Epicentro Cultural

Espaço de criação e circulação de artes visuais, música e atividades culturais, a casa promove apresentações de música autoral, exposições de arte, atividades educativas e outros eventos multilinguagem, incluindo performance e uma mostra mensal de audiovisual disparado em tempo real, a AVAV. A infraestrutura conta com galeria de arte, atelier aberto, sala de pesquisa em linguagens eletrônicas, estúdio de gravação e área externa para eventos, encontros e atividades abertas ao público.

epicentro

15. Casadalapa

Reunindo um coletivo formado por 17 de artistas na Vila Ipojuca, a casa promove troca de ideias, festas, intervenções urbanas e artísticas pela cidade. O projeto surgiu em 2005 com a finalidade de reunir profissionais sob um mesmo espaço, potencializando o intercâmbio de trabalhos, experiências e, principalmente, a criação de obras coletivas.

casadalapa

16. Red Studios

O estúdio surge como uma plataforma de produção inovadora crítica e prática para os artistas, designers e criadores contemporâneos nacionais e internacionais. O espaço oferece um programa de residência para os criativos, e ainda conta com galeria para exposição, espaço de atelier para trabalho e laboratórios experimentais de processos criativos.

redstudios

17. Centro Cultural Pinheiros

Jornalistas, advogados, engenheiros, arquitetos, médicos e professores se reúnem para promover as atividades do centro cultural focado em educação e aprendizado, com  atividades de caráter cultural, profissional, esportivo e social, para estudantes do ensino médio e universitários.

centro cultural pinheiros

18. Casa Jaya

Com programação focada no desenvolvimento humano, a Casa funciona como um laboratório de experimentação, que, através de tecnologias sustentáveis, auxilia no aproveitamento dos recursos locais. O espaço promove cursos, aulas de yoga, palestras, feiras e ainda conta com um restaurante vegan.

casajaya

19. Lab.E

O Lab Experimental é um projeto de formação livre, pautado no debate da cultura de rede, sistematizado em quatro eixos: modelos de organização (o coletivo a democracia), ocupação do espaço público, mídia livre e remixologia. A ideia é estimular a participação de jovens na construção de uma cultura de rede através da prática em um laboratório de criatividade.

labE

20. Condomínio Cultural

O espaço promove o intercâmbio de ideias e desenvolvimento de atividades criativas, produtivas e multiplicadoras. Reúne pessoas que buscam por processos alternativos e inovadores de convivência, sendo ponto de encontro e colaboração social. Oficinas de diversos temas e mostras de arte acontecem no local.

condominio

21. Associação Cecília

A associação segue com a proposta de inovar e incentivar a arte usando a política do “faça você mesmo”. Projetos que estimulem a troca de experiências, palestras, aulas, workshops, exposições, mostras de cinema e apresentações musicais compõem a programação da casa.

associacao cecilia

22. Cicas

Atuando há oito anos na zona norte de São Paulo, o Centro Independente de Cultura Alternativa e Social é um projeto feito num antigo espaço comunitário abandonado, que foi revitalizado e em seguida utilizado por jovens produtores culturais da região. Assim, realiza atividades de caráter colaborativo, resgatando a identidade cultural da comunidade. O espaço conta com um estúdio de produção audiovisual, musical e fotográfico, biblioteca comunitária, oficinas e ainda promove eventos e festivais.

cicas

23. OGangorra

Ocupando o mesmo espaço da bicicletaria Las Magrelas, OGangorra é um centro de trabalho, articulação de rede e consultoria que concentra empresas e iniciativas com foco em mobilidade urbana e qualidade de vida na cidade. A programação conta com cursos, debates e exibição de filmes.

ogangorr

24. Espaço Cultural CITA 

O Canto de Integração de Todas as Artes é um espaço que abriga alguns coletivos culturais da cidade: Bando Trapos, Escola de Notícias, Maracatu Ouro do Congo, Tropeiros da Arte e Quintal das Histórias, Sarau do Binho, entre outros. O espaço promove oficinas, espetáculos e eventos.

cita

25. Casa da Cidade

Ocupando um antigo casarão na Vila Madalena, a casa promove  debates, conferências, cursos de formação e eventos culturais.  Os temas mais debatidos estão relacionados às políticas públicas, principalmente aquelas voltadas para a questão urbana, o meio ambiente e a política cultural da cidade.

casa da cidade

Todas as fotos: Divulgação; exceto 25 © Sergio B.

faixa-selecao-hypeness