Arte

Cobertura Hypeness: fomos conferir os ensaios de dança de artistas que estão transformando a cidade

por: Brunella Nunes

Publicidade Anuncie

A dança de rua, conhecida como street dance, surgiu em 1991 no Brasil, tendo como característica marcante os movimentos freestyle e a luta por meio dos movimentos, conhecidas como batalhas, onde um dançarino desafia o outro a ser melhor do que ele. Mas, é claro, tudo isso é feito na paz, sem violência e de forma saudável. Esse jogo corporal foi criado, junto com a break dance, exatamente para as gangues não brigarem entre si, desde sua consolidação, em meados de 1960, no Estados Unidos.

Com esta ideia na cabeça, acompanhamos um dia ao lado de Nelson Triunfo, um dos caras que trouxe o hip-hop para o Brasil e que até hoje o representa de diversas maneiras, em especial através da dança e organizações sociais. Com energia lá no alto em plenos 60 anos, e ainda em forma para criar todos os movimentos e passos de dança possíveis, Triunfo é um dos grandes representantes da dança de rua no nosso país.

IHF_VENGA6

Na quadra da ONG CBAE, Zona Leste de São Paulo, ele se reuniu com seis bailarinas e a dupla Venga Venga para criarem em conjunto uma performance que une dois estilos diferentes: dança de rua e ATS, sigla para American Tribal Style. Embora ambas usem o corpo como ferramenta de expressão, o último estilo é pouco conhecido no Brasil. Segundo a bailarina Dani Anjos, é uma mistura de dança do ventre, flamenco, dança indiana e algumas influências de outros países. “A gente trabalha através de sinais. É como se fosse um ‘siga o mestre’. Tem sempre uma líder e as seguidoras, sendo que os sinais são copiados entre elas“, explicou.

O trio formado por Dani, Raquel Coelho e Mariana Maia participa das apresentações do Venga Venga há um ano. “Nos conhecemos na estrada. Ficamos apaixonados pelas meninas quando vimos apresentações delas e nunca mais nos largamos. Elas são uma parte muito essencial das nossas apresentações“, declarou Denny Azevedo, do Venga Venga, movimento cultural formado junto com Ricardo Don, que promove comoções estéticas pela cidade há cerca de dois anos.

IHF_VENGA19

A dupla será anfitriã da festa no centro da cidade onde todos os coletivos do projeto Transform Your City, da vodca sueca Absolut, vão se unir para fazer uma grande celebração. “Vamos mostrar o que aconteceu com essa mistura de cultura e influências, que a gente acaba recebendo nestas trocas. Tem sido uma experiência muito legal pra gente. Foi um presente ter conhecido o Nelson, pela trajetória e pelo artista que ele é. Ele tem uma riqueza de detalhes e muita técnica. É algo que vamos levar para o resto da nossa carreira“, apontou Denny. A bailarina Raquel nos contou o que achou desta junção. “Como ambos os estilos são improvisos e funcionam com duelos, deu certo. Vai ser bem interessante ver a mistura hip-hop com as danças étnicas.”

O papel de Absolut, a marca que tem a transformação em seu DNA, nesta história toda é juntar grupos culturais e artísticos das quatro zonas da cidade a fim de promover uma troca de experiências que resultará em algo único e transformador. A ideia é incentivar as pessoas a ocuparem a cidade por meio de movimentos culturais, intervenções e tudo mais que inspira na construção de uma cidade sem barreiras culturais.

IHF_VENGA1

IHF_VENGA2

IHF_VENGA3

IHF_VENGA4

IHF_VENGA5

IHF_VENGA7

IHF_VENGA8

IHF_VENGA9

IHF_VENGA10

IHF_VENGA11

IHF_VENGA12

IHF_VENGA13

IHF_VENGA14

IHF_VENGA15

IHF_VENGA16

IHF_VENGA17

IHF_VENGA18

Todas as fotos © I Hate Flash | Victor Apolinário | Marcelo Mattina


Brunella Nunes

Jornalista por completo e absoluto amor a causa, Brunella vive em São Paulo, essa cidade louca que é palco de boa parte de suas histórias. Tem paixão e formação em artes, além de se interessar por ciência, tecnologia, sustentabilidade e outras cositas más. Escreve sobre inovação, cultura, viagem, comportamento e o que mais der na telha.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Veja Também
Já são mais de mil: artista cria um novo e incrível origami por dia desde 2015