Se você se identifica com esse vídeo, você também virou escravo das redes sociais

Em 1875, um francês chamado Georges Bizet compôs a ópera Carmen, em que compara o amor a um pássaro rebelde. Em 2015, o rapper belga Stromae usou o ritmo dessa mesma ópera para sustentar uma letra de rap que compara a ilusão do amor a um pássaro azul que conhecemos muito bem: o Twitter.

Famoso por suas rimas sagazes e críticas contundentes, Stromae cutuca a ferida e questiona o quão sociais são essas redes, às quais devotamos tanto tempo, e coloca em cheque o hiperconsumismo. Segundo ele, os contatos que fazemos em sites como o Twitter e o Facebook não passam de ilusões de relação e afeto – no fundo, estamos sozinhos. “O amor é como o pássaro do Twitter. Nos apaixonamos por ele, apenas por 48 horas. Primeiro você se registra, e depois você segue. Você se vicia nele, e acaba sozinho“, diz a letra.

O clipe da música, intitulada Carmen, é uma animação dirigida pelo genial Sylvain Chomet, responsável pelo clássico As Bicicletas de Belleville. Assista ao clipe:

stromeo1

stromeo2

stromeo3

stromeo4

stromeo5

Todas as imagens: Reprodução YouTube

Ao mesmo tempo que se exalta a febre pelas redes sociais, muitas críticas são feitas. É o caso deste comercial da marca Dolmio. Ao perceber como a tecnologia estava arruinando a hora do jantar em família, a marca propôs a criação de um moedor de pimenta que, quando ativado, não só tempera o prato como desliga todos os eletrônicos da casa. Veja o resultado:

E então, você gostaria de ter um desses em casa? Qual sua opinião sobre o suposto vício causado pelo excesso do uso das redes sociais? Deixe seu ponto de vista nos comentários!