Conheça o bairro em Amsterdã feito de casas flutuantes que pode ser o futuro da habitação

O bairro de IJburg é o mais recente distrito de Amsterdã (Holanda) construído sobre a água. Uma série de ilhas artificiais têm sido concebidas no Lago IJmeer. O projeto, idealizado pela Architectenbureau Marlies Rohmer, ainda em desenvolvimento, já conta com mais de 20 mil habitantes.

Ancoradas como barcos em postes de aço, as casas são suportadas por tanques flutuantes de concreto que ficam submersos. A construção de suporte superior é equipada com painéis de madeira e vidro, que dividem cômodos e andares. Os quartos e o banheiro ficam num setor parcialmente imerso da casa. O piso térreo abriga cozinha e sala de jantar, já a sala de estar principal fica conectada num terraço aberto. A planta da casa é flexível e permite a adição de solários, varandas, toldos e o que mais imaginarem os proprietários. Quando concluído, o bairro terá 18 mil casas feitas para 45 mil moradores. IJburg ainda contará com escolas, lojas, centros de lazer, restaurantes e praias.

Esta nova tendência arquitetônica pode ser a solução para problemas como o aumento do nível do mar e falta de habitações em áreas metropolitanas densas. Dá uma olhada:

casa flutuante7 luuk-kramer

Foto © Luuk Kramer

casaflutuante 4

Foto © Marcel van der Burg

casaflutuante1 luuk kramer

Foto © Luuk Kramer

casaflutuante2

Foto © Marcel van der Burg

casaflutuante3 luuk-kramer

Foto © Luuk Kramer

casaflutuante5

Foto © Marcel van der Burg

casaflutuante6 luuk-kramer

Foto © Luuk Kramer

casaflutuante8

Foto © Marcel van der Burg

casaflutuante9

Foto © Luuk Kramer

casaflutuante10

Foto © Roos Aldershoff

Todas as fotos via Archdaily