Inspiração

Em Londres, projeto doa bikes e ensina refugiados a consertá-las a fim de conseguirem empregos

por: Bruna Rasmussen

Publicidade Anuncie

Todos os anos, Londres recebe mais de 13 mil refugiados vindos do Oriente Médio e de países da África e da Ásia. Apesar de ser uma cidade conhecida por receber bem quem vem do exterior, a burocracia torna lento o processo através do qual os refugiados podem trabalhar legalmente no país e começar uma vida nova.

Durante os meses em que essas pessoas não podem trabalhar, o governo britânico fornece uma bolsa semanal de 36 libras e uma moradia temporária nos subúrbios da cidade. Embora ajude a sanar necessidades básicas, a “mesada” não consegue cobrir gastos com transporte público, por exemplo, que pode custar mais de mil libras por ano.

Para solucionar essa questão e oferecer uma possibilidade de trabalho a esses refugiados, a ONG The Bike Project, criada por refugiados que já se estabeleceram na cidade e voluntários, recebe doações de bicicletas usadas e ensina as pessoas a consertá-las. Dessa forma, elas têm um transporte gratuito, podendo pedalar por onde precisarem, e podem ganhar uma grana extra consertando bikes pela cidade.

Simples assim:

bike-project

bike-project2

bike-project3

bike-project4

bike-project5

bike-project6

bike-project7

bike-project8

bike-project10

Todas as fotos © The Bike Project


Bruna Rasmussen

Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Veja Também
Motorista de Uber ajuda passageira abandonada pelo crush a bolar a melhor vingança