viagem

Por que este casal homossexual ficou “desapontado” após receber 24 refugiados em seu apartamento

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Cerca de 1,5 milhão de refugiados devem chegar à Alemanha até o fim de 2015. Embora muitos alemães tenham colaborado para receber bem essas pessoas, ainda há um estigma pairando por lá. A ideia de que pessoas vindas da Síria ou do Afeganistão são perigosas está bastante difundida nas cidades alemãs, mas esse casal que mora em Berlim acaba de provar que esse medo não passa de preconceito.

Dirk Voltz mora com o namorado em um apartamento na capital alemã e eles decidiram ajudar refugiados que precisavam de abrigos temporários. Assim, 24 pessoas, entre sírios e iraquianos, já encontraram conforto e paz no sofá gentilmente cedido pelo casal.

Mas enquanto que cartas deixadas na porta, SMS’s enfurecidos e telefonemas de vizinhos os alertavam sobre possíveis roubos e até mesmo tentativas de homicídio, o máximo que aconteceu foi eles precisarem comprar mais sal e açúcar, o que deixou o casal levemente decepcionado.

O relato da experiência do casal é, no mínimo, inspirador:

Nossas facas ainda estão na cozinha, precisamente onde nós as deixamos no faqueiro. Antes que os nossos convidados da Síria e do Iraque chegassem. […] As únicas coisas que foram esfaqueadas durante as semanas em que recebemos os refugiados foram cebolas, alho e muito bife”, disse Voltz, caprichando na ironia, em uma postagem que fez no Facebook.

Em um relato bastante honesto, ele conta as experiências que compartilhou com esses refugiados e como o principal problema com que teve de lidar foi a reação de seus amigos, familiares e vizinhos. “Sério, que diabos está acontecendo? Nenhum muçulmano tentou nos matar enquanto dormíamos. Ninguém nos ofendeu porque somos dois homens que dormem na mesma cama. Ninguém, de forma alguma, afirmou preferir a Lei de Sharia às leis alemãs. Nós não encontramos uma pessoa que não lamentasse precisar fugir de casa“, escreveu.

Voltz afirmou ainda que os problemas do mundo são problemas de todos e que é necessário estamos disponíveis para ajudar as outras pessoas. “Você pode ajudar as pessoas. Ou você pode ter medo. E se esse é o caso, lamento. Lamento por aqueles que vivem com medo“, finalizou.

dirk-voltz

dirk-voltz2

 Todas as fotos © Arquivo Pessoal


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.