Conheça o gerador esférico que melhora em 35% a eficiência dos painéis solares

Na última década, pesquisadores vem dizendo que a energia solar – que é inesgotável e ajuda no funcionamento de eletrecidade das cidades do mundo – é o futuro que a humanidade precisa. Além de não poluir poupando o desgaste de outras formas de energia, ela pode ser mais barata.

Com o objetivo de tornar os painéis solares mais eficientes e baratos, o arquiteto alemão, André Broessel criou o Rawlemon, uma lente esférica de energia solar que se prepara para entrar no mercado derrubando todos os outros tipos de fontes de energia.

O projeto é composto por uma esfera perfeitamente simétrica e transparente – que não é só bem bonita de se ver -, fácil de integrar aos edifícios, e que aumenta em 35% a eficiência dos painéis fotovoltaicos tradicionais. Quando revestido por um sistema de rastreamento do Sol de dois eixos, versões mais simples da esfera poderão ser colocadas em superfícies inclinadas ou verticais, em telhados ou paredes.

A unidade maior, ainda não está em sua melhor forma ainda, mas é fácil ver como uma lente dessas pode funcionar como algo que se parece muito mais com uma exposição de arte do que com um gerador. É como se fosse uma bola de gude gigante. 

esfera_solar_01crop

esfera_solar_08crop

esfera_solar_09crop

esfera_solar_10crop

esfera_solar_11crop

esfera_solar_17crop

esfera_solarcrop

Todas as imagens: Divulgação/André Broessel / Rawlemon