O estranho caso do homem com uma doença rara que faz com que ele esteja sempre bêbado

Imagina se você estivesse sempre bêbado, mesmo sem precisar beber uma só gota de álcool para isso? Essa é uma situação típica na vida de quem sofre com a síndrome de fermentação intestinal, uma doença que faz com que o organismo produza álcool durante a digestão de açúcares e carboidratos.

Há 20 anos, Mathew Hogg convive com a síndrome, experiência que o levou a criar o site Environmental Illness Resource, que compartilha informações sobre doenças crônicas pouco conhecidas como a sua. Ele conta que sempre teve problemas estomacais, mas foi apenas na adolescência que viu os sintomas piorarem, sofrendo de inchaço e gases após as refeições. Mesmo assim, o mais preocupante não era isso, mas sim a sensação de embriaguez que vinha logo depois e, posteriormente, uma terrível ressaca.

No final da adolescência, experimentei ressacas alcoólicas severas, geralmente nas manhãs depois de comer refeições ricas em carboidratos. Eu tinha dores de cabeça terríveis, náusea severa, às vezes com vômito, desidratação, boca seca, suores frios e mãos trêmulas. Era como se eu tivesse saído na noite anterior e bebido o bar inteiro, mas eu não tinha consumido nada de álcool“, disse em entrevista à revista VICE.

sindrome1

Apesar disso, o diagnóstico só veio após uma visita a um especialista em doenças crônicas, Dr. Keith Eaton. Matthew conta ainda que os efeitos da doença em sua vida foram devastadores: ele sempre havia pensado em seguir carreira acadêmica ou nos esportes, mas precisou largar tudo por se sentir constantemente cansado graças aos efeitos da doença. “Minha vida social degringolou, eu me sentia sozinho e deslocado, e não tinha energia e motivação para fazer parte das coisas“, conta.

Ele conta ainda que, por mais que essa pareça uma maneira barata de ficar bêbado, os efeitos não são exatamente os de uma festa eterna. Pelo contrário, as ressacas costumam ser muito mais fortes do que o efeito de estar um pouco bêbado, o que fez com que ele tenha passado a evitar carboidratos e açúcares e aderido a uma dieta muito próxima da dieta paleolítica, mas sem as frutas.

Para se ter uma ideia dos efeitos, ele conta que, caso coma uma porção de arroz, terá uma ressaca equivalente a que uma pessoa normal teria após tomar três garrafas de vinho.

No vídeo abaixo, Matthew conta um pouco mais sobre sua condição (em inglês):

sindrome2

sindrome3

sindrome4

sindrome5

sindrome6

sindrome7

sindrome8

Todas as fotos © Caters News Agency