Cidade sueca distribui bicicletas para que as pessoas deixem o carro em casa

Uma das grandes preocupações em torno da mobilidade atualmente é a de aumentar o uso de transportes alternativos, como as bikes, por exemplo. Se continuarmos comprando carros e mais carros, em breve não haverá espaço para tanta gente circular por aí, além de esses veículos causarem um forte impacto ambiental. Para incentivar o uso da magrela, as cidades brasileiras estão investindo cada vez mais em ciclovias – só em São Paulo já são mais de 200 km. Mas será que isso é suficiente?

Um dos maiores problemas para as pessoas aderirem ao uso da bike como principal meio de transporte é justamente o medo. E convenhamos que ninguém quer comprar uma bicicleta para deixar na garagem. É justamente para essas pessoas que a cidade sueca de Gothenburg criou um programa que distribui bicicletas para moradores que se mostrem interessados em deixar o carro em casa pelo menos três vezes por semana.

action-71647_640

Cada pessoa tem direito a pegar a bicicleta emprestada do governo por seis meses, para testar como é usá-la para locomoção diária. Depois da experiência, os participantes do programa podem ainda adquirir a magrela com desconto, o que é um incentivo extra para quem pretende aderir ao meio de transporte. Afinal, só com a economia em combustível durante esse tempo já rola economizar boa parte do dinheiro para comprar a bike, né?

bike-692174_960_720

A iniciativa já contemplou 36 pessoas que vão desde estudantes a pais de filhos pequenos. Rickard Waern, gerente do projeto, fala sobre a ideia: “Não sabemos exatamente quanto tempo leva para esquecer hábitos antigos e estabelecer novos, mas seis meses é um bom período para criar um bom impacto e ter boas experiências”.

Foto © Jacques Lebleu