Jovem autista contratado pelo Starbucks faz sucesso dançando enquanto trabalha

Mais pessoas como Sam precisa ser vistas, ouvidas e receber uma chance de prosperar e de dançar.”

Semana passada a defensora da consciência do autismo Carly Fleischmann postou um vídeo desejando que este se tornasse viral nas redes. Esse foi seu pedido de aniversário, que aconteceu na última terça-feira, 26. O vídeo apresentava o barista Sam, um adolescente com autismo que trabalha em uma das unidades da Starbucks em Toronto, Canadá, dançando.

O desejo de Carly foi atendido e seu vídeo conta com mais de 350 mil views na página do YouTube. Na descrição da publicação, ela conta que Sam foi diagnosticado com autismo e possui uma desordem de movimento, algo que seu corpo ainda não controla totalmente. “Nunca pensei que Sam conseguiria trabalhar atrás do balcão por conta de seus movimentos bruscos, mas seu gerente Chris acreditou nele e conduziu Sam a canalizar seus movimentos na dança”.

Sam

Hoje Sam está fazendo sucesso e já é conhecido como o “barista dançarino”. Ele contou aos seus pais que, desde que começou a trabalhar, sua vida passou a ter um “significado real.

A história de Sam e a atitude de Carly ajudam a desmistificar o autismo e a dar voz a todos aqueles que ainda não conquistaram uma oportunidade como Sam conseguiu. E esta é uma lição para todos os empregadores também, de que mais do que encontrar diferenças, precisamos dar oportunidades, criar empatias, chegar junto e trabalhar pela inclusão.

O aniversário de Carly já passou, mas não hesite em compartilhar o vídeo abaixo!

barista2

Imagens via CBC News e YouTube

Este maravilhoso hotel gerenciado apenas por pessoas com Síndrome de Down é um dos exemplos mais inspiradores que conhecemos.