Minha Casa é Hype

Minha Casa é Hype #27: o apê que é galeria, ateliê e estúdio de tattoo

por: Clara Caldeira

Publicidade Anuncie

Quem já visitou o espaço que serve de casa, galeria de arte, escritório, ateliê e até mesmo estúdio de tatuagem para Mônica e Mozart Fernandes sabe da energia boa e do monte de inspiração e gente interessante que circula por ali. A casa de uma cenógrafa, fotógrafa e produtora e de um artista plástico, designer e diretor de arte não poderia mesmo ser diferente.

Mônica Rodrigues Barbosa Fernandes, 39, e Mozart Fernandes, 42, vivem há 10 anos nesse charmoso apartamento na Rua dos Pinheiros, em São Paulo, com suas duas simpáticas cadelinhas, a Josefine e a Genoveva. Além de casa, o espaço serve também de apoio para as diversas empreitadas criativas da dupla, e já foi desde loja de decoração, a galeria e ateliê de arte, estúdio de tatuagem (agora o Mozart também tatua), e claro, um ambiente incrível e estimulante para criar e receber os amigos.

O melhor de tudo é que quem (também) se apaixonar pela ‘Casa dos Môs’ ainda tem opção de adquirir alguns dos objetos incríveis criados pela dupla pela loja virtual VerticeCasa. Sejam bem vindxs!! 🙂

Hypeness (H) – Se pudesse descrever a sua casa hoje em poucas palavras, como descreveria?

Mônica Fernandes (MF) – Aconchegante, funcional e com decoração de baixo custo.

casa 1

casa 17

H – De onde surgiu a inspiração para a decoração do local?

MF – Trabalhamos com cenografia e design e temos nossos trabalhos também em artes plásticas e fotografia. Usamos a casa como uma pequena galeria nossa e dos amigos que admiramos e temos obras. Os móveis, muitas vezes, foram garimpados em feiras ou bazares ou reaproveitados de eventos. Não houve um planejamento. Nossa vida aqui dentro foi transformando a casa, que já foi loja e sempre nos serviu como moradia, escritório e ateliê. A casa sofre as mudanças junto conosco. Objetos são doados ou vendidos e dão espaços para outros que chegam.

casa 10

casa 8

H – Como foi o processo da reforma/composição da casa para que ela ficasse como é hoje?

MF – Ao visitarmos o imóvel pela primeira vez, solicitamos apenas que as paredes fossem pintadas na cor branca, todas elas. O piso era carpete de madeira e trocamos algumas áreas para cimento queimado, outras pintamos, outras decidimos deixar no contrapiso. A edícula que servia de lounge, hoje é o ateliê de Mozart, que serve também como quarto de hóspedes. Fechamos essas áreas com um grande vidro para que tivéssemos proteção de chuva e vento. O jardim estava morto, e plantamos tudo novamente com plantas tropicais. Aliás, o jardim é outro local que vive em constante mudança, pois deixamos as estações definirem o que nasce, o que desaparece e o que ressurge. Ganhamos algumas plantas dos amigos e vamos agregando em vasos.

casa 7

casa 4

H – Qual o cômodo preferido da casa? Por quê?

MF – Gosto muito do nosso quarto, me traz a sensação de tranquilidade. Não há luxo em nenhum ambiente, mas é a cara da gente, do nosso dia a dia, das nossas prioridades. Mas os cômodos que fazem a casa ter a nossa cara mesmo são os que usamos para receber os amigos: sala e jardim.

casa 18

casa 14

H – Qual o item de decoração que mais gosta na sua casa? Por quê?

MF – Eita que difícil (risos)! Amo conviver com as obras de Mozart e tenho um apego danado a um sofá que não tem nada demais mas que acho confortável e faz parte de nossas vidas desde nossa primeira casa, há 11 anos. Troco o forro, restauro a estrutura e não consigo desapegar. Acho que estes são os itens preferidos.

casa 13

12509743_10207383931492308_1376643065692546744_n

Quem quiser conhecer um pouco mais das criações da dupla pode conferir os trabalhos de cenografia da Mônica para o Cadillac Burger & BBQ, na Mooca, e o restaurante Açougue Central, na Vila Madalena, ou ainda acompanhar as obras do Mozart pelo Tumblr, que está com algumas exposições, ainda em fase de criação, e devem acontecer na Europa, ainda este ano, provavelmente em Berlim. Ver ver mais um pouco dessa casa linda:

casa 2

casa 3

casa 5

casa 6

casa 9

casa 10

casa 11

casa 12

casa 15

casa 16

Todas as imagens: Mônica Fernandes


Clara Caldeira
Jornalista, comunicóloga, frenética, dona de brechó frustrada, mora no meio do mato e gosta mais de comer que de dormir. Acredita em ET, saci e horóscopo, mas duvida de um monte de outras coisas que se diz por aí. Gosta mais de arte que de lasanha (contradição?) e acredita que a cultura pode salvar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.