Prefeitura de Macaé (RJ) vai na contramão e mantém passagens de ônibus a R$ 1

“Sim, a passagem continua R$1. Continua pois pra você, que usa o ônibus pra ir ao trabalho, isso significa muito no final do mês”, explica a prefeitura de Macaé (RJ) em sua página no Facebook. Tá bom ou precisa dizer mais alguma coisa?

Localizada no norte fluminense (Região dos Lagos), a cidade mantém esta tarifa, de apenas R$ 1, desde março de 2013, ou seja, data que marca o último aumento do preço passagem. O governo local informou que aproximadamente 120 mil pessoas usam o transporte público todos os dias.

E foi pensando nessas pessoas – os cidadãos – que outra cidade também da Região dos Lagos no Rio, Maricá, colocou nas ruas coletivos sem a cobrança de tarifas. Segundo a Prefeitura, desde de dezembro de 2014 os ônibus da Empresa Pública de Transportes (EPT) circulam de Ponta Negra ao Recanto de Itaipuaçu.

E o texto que iniciou esta matéria sobre a tarifa de Macaé continua, olha só:

“Continua pois pra você, que usa o ônibus pra buscar emprego, pode ser a chance de fazer isso mais vezes.

Continua pois pra você que usa o ônibus pra se divertir, pode ser a chance de fazer isso sem comprometer o orçamento.

Continua pois pra nós, manter a passagem a R$1 significa, de alguma maneira, contribuir para que a vida do cidadão, seja melhor.”

Ou seja, existem exemplos que servem como contraponto à conduta de prefeituras como as de São Paulo e do Rio de Janeiro, que caçam justificativas para aplicar periodicamente aumentos significativos nas tarifas do transporte público. Valeu, Macaé! Salve salve Maricá!

face-macae

Foto: reprodução Facebook