Roteiro Hypeness: fomos provar as receitas tradicionais do novo Mocotó Café, em Pinheiros

Acumulando muitos prêmios ao longo dos anos, o tradicional restaurante Mocotó tem suas raízes na Vila Medeiros, zona Norte de São Paulo. Com receitas nordestinas, construiu sua fama por ser bom – muito bom – e barato, o que deixa fila na porta todos os fins de semana. No mesmo bairro, abriu ainda o Esquina Mocotó e no final de 2015, em Pinheiros, o Mocotó Café, abrindo o apetite e um sorriso no rosto de quem mora na zona Oeste da capital. 

Dentro do Mercado Municipal de Pinheiros, bem pertinho da estação Faria Lima do metrô, a cafeteria tem um design colorido e moderninho, pegando a nossa atenção pelos olhos. A primeira vez que fui, durante a semana, me deparei com uma tranquilidade que passa longe dos outros endereços comandados pelo chef Rodrigo de Oliveira, que dá continuidade aos negócios do pai.

No meio da tarde, é possível ler o cardápio com calma, ver cada detalhe, fazer o pedido calmamente no caixa, escolher uma mesa ou lugar no balcão e então ser pego pelo estômago com os tradicionais, sequinhos e deliciosos dadinhos de tapioca com queijo coalho, acompanhados de melado de cana e pimenta. A porção merece ser desfrutada a qualquer hora do dia, assim como o caldo de mocotó, os torresminhos e a mocofava.

No menu há também opções para o café da manhã, incluindo tapiocas, pão artesanal na chapa e cuscuz de milho nordestino com ovo mole ou carne seca com nata, que podem ser acompanhados de café Yaguara ou Terroá. Tem também chá mate – nada daqueles em lata, por favor -, cajuína e a cerveja Mocotó Helles, que poderia ter um sabor mais característico, que fosse mais a cara do lugar, mas é boa.

MocotoCafe-3

MocotoCafe-9

Em outra visita, cheguei no horário de almoço e o cenário era bem diferente, com muito mais pessoas, mas sem muvuca. Pra minha sorte, consegui até uma mesa no deck e aproveitei para provar o escondidinho de carne seca, a R$ 24. Meus amigos optaram pelo Baião de Dois, que vem nas versões simples (arroz, feijão fradinho, carne seca, linguiça e queijo coalho) e completa (servido com vinagrete de abóbora, carne de sol ou de panela e farofa do dia).

MocotoCafe

MocotoCafe-2

MocotoCafe-4

A boa notícia é que todas as escolhas valeram a pena, mas se a fome for grande, é melhor optar pela versão completa da refeição mesmo.

Mas, depois de toda essa enrolação de comer coisas salgadas, parti para o meu vício com louvor e provei um dos melhores sorvetes da minha vida: rapadura com calda de catuaba. O pudim de tapioca com coco queimado não fica atrás no quesito gostosura, e infelizmente não sobrou espaço para provar os bolos de fubá e mandioca, tarefa que faço questão de cumprir outro dia.

Apesar de ser um lugar para mordidas rápidas, é melhor degustar a boa e brasileiríssima comida lentamente, porque não é todo dia que se tem um Mocotó por perto. Se quiser levar um pedaço dos ingredientes nordestinos para casa, a cafeteria também vende cachaça, pimentas, goma de tapioca, vinagre de caju, farinhas e outras delícias que nos fazem amar o Brasil.

MocotoCafe-13

MocotoCafe-15

MocotoCafe-14

MocotoCafe-17

MocotoCafe-21

Mocoto-Cafe

Mocoto-Cafe2

MocotoCafe-20

Mocotó Café @ Mercado Municipal de Pinheiros
R. Pedro Cristi, 89 – Pinheiros/SP
Tel.: 3031-7932

Segunda a sábado, das 8h às 18h; atendimento direto no caixa; fechado aos domingos.

Todas as fotos © Brunella Nunes