Vídeo poderoso mostra como a publicidade continua sendo escandalosamente machista

Como podemos continuar exigindo que as cantadas na rua acabem de uma vez quando os próprios publicitários e diretores de marcas, pessoas formadas, remuneradas e teoricamente esclarecidas, são os primeiros a espalhar o machismo como se ele fosse aceitável?

Fica difícil acreditar, mas pode: todos estes anúncios são verdadeiros e foram produzidos em pleno século XXI. Agora, um grupo de mulheres que se recusa a continuar a ser vista como objeto, com o apropriado nome de #WomenNotObjects, reuniu uma série de exemplos que só podem merecer repúdio e revolta.

WomenVideo

Vale a pena ver, para nos lembrarmos que o machismo existe e está por todos os lados. E vale a pena olhar ao redor, para os anúncios na TV e nas ruas, para não nos esquecermos de cobrar a mídia e as marcas pelo respeito que as mulheres merecem. O vídeo é feito com mulheres, mas esta é uma luta de todos:

WomenVideo1

“Eu amo fazer boquetes para sanduíches”.

WomenVideo2

“Eu amo dormir com homens que não sabem meu nome”

WomenVideo3

“Eu espero que quando a minha filha crescer, tenha amigas como estas”.

WomenVideo4

“A chave para o meu coração – um homem que cheira a vagina”.

WomenVideo5

“Eu amo sacrificar minha dignidade por um drink”.

Todas as imagens: Reprodução YouTube