Como 40 mil pessoas salvaram e transformaram em reserva esta incrível praia ameaçada

Uma campanha de financiamento coletivo reuniu 40 mil investidores e mais de 1 milhão de dólares para salvar uma praia imaculada e paradisíaca localizada no sul da Nova Zelândia, que havia sido posta à venda. E a campanha deu certo!

Tudo começou em 22 de janeiro desse ano, quando dois neozelandeses, temorosos de que aquele pequeno paraíso se tornasse um insípido e banal ponto turístico ou que o novo dono impedisse o acesso de todos à praia, começaram a campanha.

A meta era reunir mais de 1 milhão de dólares, para comprar o local, e oferece-lo de presente ao parque, a fim de que se tornasse uma reserva. Os investimentos começaram a entrar ininterruptamente, e até mesmo o governo local participou, investindo uma bela quantia para que a meta pudesse ser alcançada.

PRAIA4

Reunindo a quantia através de pequenos ou médios investimentos de maneira geral, a praia de 800 metros de cumprimento, também chamada Abel Tasman, assim como os 7 hectares de terra ao seu redor, será mantida intacta para que possa ser, nas palavras dos organizadores, “cuidada e desfrutada por todos para sempre”.

Essa é mais uma prova de que o financiamento coletivo cada vez mais se fortalece como um modelo de negócios eficiente e transformador que, ao cortar o intermediário entre investidores e a campanha em questão, permite ao público realizar o desejo que realmente quer – seja um disco, um livro, uma ação beneficente ou a salvação de uma praia.

Duane Major e Adam Gard'ner, os dois organizadores da campanha
Duane Major e Adam Gard’ner, os dois organizadores da campanha

PRAIA5

Os dois organizadores em campanha

Alguns dos investidores reunidos
Alguns dos investidores reunidos

PRAIA6

PRAIA3

PRAIA1

Todas as fotos © Divulgação

Recentemente o Hypeness uma casa de praia dos sonhos na Austrália, que parece flutuar sobre o mar. Relembre.