Série de fotos inspiradora registra a beleza dos rituais de maternidade aborígenes

Ainda que tenha trabalhado com arte desde criança, a fotógrafa australiana Bobbi-lee Hille só começou a fotografar profissionalmente quando seu primeiro filho nasceu. De origem aborígene, foi para celebrar e manter viva sua cultura, assim como para mostrar ao público a beleza e a sabedoria das tradições nativas, que ela resolveu fotografar mulheres grávidas e recém nascidos aborígenes em seus rituais sagrados.

Hille participou de workshops para aprender melhor sobre como fotografar bebês, mas incrivelmente ela é uma fotógrafa autodidata. Mãe de três filhos, segundo Hille a cultura aborígene e suas crianças são a grande fonte de sua inspiração.

O projeto de fotografar as tradições da gestação e maternidade na cultura aborígene, batizado de Milyali Art, tem para ela importância inclusive para a educação e a maneira com que os aborígenes são retratados na mídia, a fim de que os estereótipos possam ser abandonados, e que não só os australianos como todo o mundo possa saber e sentir um pouco mais das belezas e profundezas das tradições aborígenes e de seu povo.

Bobbi-lee Hille pretende em breve realizar uma exposição e um livro com seus belos registros, alguns dos quais você vê na galeria abaixo:

ABORÍGENE11

ABORÍGENE7

ABORÍGENE9

ABORÍGENE10

ABORÍGENE8

ABORÍGENE6

ABORÍGENE5

ABORÍGENE4

ABORÍGENE3

ABORÍGENE2

ABORÍGENE1

Tempos atrás o Hypeness mostrou um ensaio nu realizado em uma cachoeira para mostrar a beleza de ser mãe. Relembre.