Ativistas se arriscam em zonas de guerra para resgatar animais abandonados na Síria

As guerras fazem vítimas em sentidos tão profundos e diversos, que muitas vezes algumas delas são sequer lembradas, diante do horror total que atravessa esses cenários. Em locais devastados por conflitos, os animais acabam também afetados pelos combates, abandonados e famintos, muitas vezes feridos, e sem ter a quem recorrer. Um dos cenários de guerra que mais registram animais abandonados é a Síria.

GUERRA_ANIMAIS9

Foi pensando nessas vítimas esquecidas que os membros de duas associações de proteção aos animas, a SARA (Associação de resgate aos animas da Síria) e a Animals Syria, resolveram permanecer nos locais, apesar do perigo e da ausência de um futuro melhor no horizonte próximo, a fim de ajudar e salvar esses animais abandonados.

GUERRA_ANIMAIS11

Segundo seus membros, os animais só tem a eles como esperança de comida, cuidados e quem sabe uma saída desses locais em conflito. Enquanto os membros da SARA saem pelas ruas para alimentar, vacinar, remediar e resgatar os animais, a Animals Syria trabalha justamente na busca por novos lares para os animais resgatados pela SARA, em locais distantes das zonas de conflito, principalmente na Europa.

GUERRA_ANIMAIS10

Atualmente a SARA cuida de mais de 50 gatos e 50 cachorros resgatados, todos à procura de um novo lar. Manter esse comovente e corajoso trabalho dessas associações funcionando não é fácil nem barato, por isso, é possível ajuda-las com doações e ações de apoio.

Saiba mais como apoiar a SARA e a Animals Syria.

GUERRA_ANIMAIS6

GUERRA_ANIMAIS5

GUERRA_ANIMAIS7

GUERRA_ANIMAIS1

GUERRA_ANIMAIS4

GUERRA_ANIMAIS2

GUERRA_ANIMAIS8

Recentemente o Hypeness contou a história do homem que voltou à Fukushima para cuidar de animais abandonados. Relembre.