São Francisco proíbe venda de água em garrafas plásticas individuais

Ela está presente no seu dia-a-dia e não pode faltar na vida da ninguém, mas teve boatos de que queriam até mesmo privatizar a água. Afinal, a gente já compra ela sempre engarrafada e com rótulo mesmo, né? Agora já pensou se você não pudesse simplesmente comprar uma garrafinha de água individual no mercadinho da esquina? Em São Francisco, nos Estados Unidos, isso já está proibido.

As vendas das garrafinhas de água individuais foi banida em outubro de 2014. Mesmo assim, ainda é possível adquirir garrafas plásticas de água na cidade, só que todas elas possuem mais de 600 ml. A iniciativa é uma maneira de diminuir o desperdício de plástico ocasionado pelo excesso de garrafinhas que consumimos todos os dias, reduzindo os impactos ambientais gerados durante a fabricação e o descarte das garrafas PET.

O que pode parecer uma incrível inovação é, na verdade, um retrocesso – no bom sentido, é claro! Afinal, até os anos 90 as garrafas plásticas praticamente não eram utilizadas, o que nos lembra que elas não são necessárias para nossa qualidade de vida. E a coisa é séria por lá: quem descumprir a medida poderá ter que pagar multas de até US$ 1.000.

garrafa3

Outros lugares já aderiram a iniciativas similares. É o caso da comunidade de Bundanook, na Austrália, que foi a pioneira em banir a água engarrafada. Nos Estados Unidos, a Universidade de Seattle também passou a proibir o comércio de garrafas de água em seu campus.

E, convenhamos, não é tão difícil assim preencher e levar a sua garrafinha de casa, não acha?

Foto via