Inspiração

Conheça a Casa Nem, um exemplo de amor, acolhimento e apoio a transexuais, travestis e transgêneros no RJ

por: Brunella Nunes

Publicidade Anuncie

Símbolo de luta, resistência e poder, a Casa Nem, no Rio de Janeiro, é o que podemos chamar de lar. É ali onde transexuais, travestis e transgêneros encontram acolhimento, apoio e até uma nova família para chamar de sua. Por meio de oficinas, debates, festas e shows, o espaço empodera o público LGBTIs em situação de vulnerabilidade social e serve de inspiração para o mundo.

Embora ainda existam aqueles que acreditam em “cura gay” e outras loucuras do tipo, é importante ressaltar o quanto lugares como esta casa, administrada somente por ativistas trans, ajudam a resgatar a autoestima de quem é alvo constante de preconceito e rejeição, incluindo homossexuais, muitas vezes expulsos de casa assim que revelam sua orientação sexual.

Localizado na Lapa, um dos bairros mais boêmios da capital fluminense, o espaço independente atua em várias vertentes para transformar vidas. As festas, que tem animado ainda mais as noites cariocas, são feitas para arrecadar fundos, embora pessoas trans não paguem por nenhuma atividade. Como ninguém vive só de noitadas, o local oferece atividades focadas na autonomia e cultura como o PreparaNem, um cursinho pré-Enem onde a ideia começou e que agora já alcança novos horizontes no Rio.

Casa Nem RJ4

Celebrando a diversidade, o endereço também oferece aulas de costura, fotografia, história da arte, libras (língua brasileira de sinais) e yoga, voltadas ao público trans, travestis e aos demais que “se considerem Nem”, segundo as próprias palavras. Em junho, as pequenas instalações foram palco para um grande debate: o turismo sexual e as Olimpíadas. Além disso, é a morada de muita gente. Funcionando como casa de passagem, acolhe pessoas até que estas tenham a vida reestruturada e cedam o espaço para outras. Exemplo disso é a mineira Naomi Savage, que saiu das ruas e da prostituição com ajuda desta iniciativa.

A Casa Nem é onde direitos mínimos conseguem ser garantidos e onde muita gente encontra motivos para seguir em frente com um sorriso estampado no rosto. É onde a liberdade de ser o que bem entende é respeitada, admirada e aplaudida de pé. E a gente aplaude junto e cada vez mais alto.

Primeiro desfile de Naomi Savage, que realiza o sonho de ser modelo assim como Naomi Campbell

Naomi Savage

Foto: Ana Carvalho

Casa Nem RJ7

Casa Nem RJ2

Casa Nem RJ5

Casa Nem RJ6

Casa Nem RJ3

Casa Nem RJ

Todas as fotos © Casa Nem


Brunella Nunes

Jornalista por completo e absoluto amor a causa, Brunella vive em São Paulo, essa cidade louca que é palco de boa parte de suas histórias. Tem paixão e formação em artes, além de se interessar por ciência, tecnologia, sustentabilidade e outras cositas más. Escreve sobre inovação, cultura, viagem, comportamento e o que mais der na telha.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O textão inspirador de Mc Loma no Instagram sobre bullying e perdão