Meu Guarda Roupa é Hype

Meu Guarda Roupa é Hype #3: ‘Meu guarda roupa não é Hype, é PUNK!’

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Stephanie Guardia tem 29 anos é gerente de produção da Saloon 33 e já fez questão de começar nosso papo no melhor estilo voadora na testa (hehe) “Pra começar, meu guarda roupa não é Hype, é PUNK!!!”.

Para Stephanie, moda não é só hobby ou passatempo, é trabalho. “O que posso dizer sobre mim é que tenho o privilégio de trabalhar numa marca de roupas onde eu posso opinar, criar, me maquiar e vestir como eu gosto”. Ela explica que sempre teve personalidade forte e isso transparece em sua forma de se vestir.

“Gosto muito de música, desde adolescente acompanhei a cenas underground dos locais que morei, e graças a isso formei minha personalidade”. Ela também é mãe de um menininho lindo chamado Ramone e parece que ali a moda está mesmo no DNA.

tete-12

Dá pra aguentar esse tanto de fofura e estilo por metro quadrado gente? 😮

tete-17

Hypeness – É possível se vestir bem gastando pouco? Como?

Stephanie Guardia – Acredito que sim, basta ter boas referências e bom gosto, hoje em dia temos muito mais acesso a roupas legais e com preços justo do que há alguns anos atrás.

H – De onde vem a inspiração para os seus looks? Tem algum artista como referência?

SG – Minha inspiração vem das bandas que curto, gosto do som, leio as biografias, adoro livros com fotos, assisto filmes. Tenho muitos artistas como referência, mas vou citar meus preferidos: Ramones, New York Dolls, Dead Boys, Johnny Thunders, Hanoi Rocks, The Runaways, Nirvana, Courtney Love, L7… Gosto muito da cultura cigana e também uso como referência!

tete-5

tete-1

tete-2

H – Como você enxerga a questão de gênero na moda? Existe roupa de homem ou de mulher?

SG – Pra mim existe sim roupa de homem e de mulher, mas isso não faz com que eu não use uma roupa masculina, ou que eu não ache legal um cara usar roupa feminina. Como citei na pergunta anterior a maioria das minhas referências são homens, mas adapto para minha roupas, sempre fiz isso. Acho besteira essa coisa do ‘sem gênero’, se você tem atitude e que usar uma determinada roupa é só você ir lá usar! Sempre usei roupas dos namorados que eu tive, dos meus amigos e eles também já usaram as minhas, sem crise nenhuma. Meu amigo até fez uma música falando disso, dá uma olhada:

H – Você tem alguma peça de roupa que a indústria diz não ser para o seu gênero? Qual (quais)?

SG – Não, nenhuma.

H – Na sua opinião, roupa é expressão? Existe um posicionamento político/social na maneira de se vestir?

SG – Acredito sim, eu uso o que eu sou e gosto que isso fica aparente para as pessoas, é a minha personalidade.

tete-14

tete-16

tete-9

H – Qual a sua peça de roupa favorita? Porque?

SG – AMO JEANS! Tenho muita coisas em jeans, e a minha peça preferia é uma jaqueta Levi’s que comprei quando tinha 14 anos e que meu amigo e padrinho do meu filho Dudu Bertholini pediu para o Fabio Kawallys customizar de presente no batizado dele (Ramone), o Dudu fez a arte e o Kawallys colocou as tachas.

tete-3

tete-15

H – Onde você costuma comprar suas roupas? Que dicas daria para quem está em busca de um visual diferente?

SG – A maiorias das minhas roupas são da SALOON 33, loja que trabalho e faço parte da criação das peças, amo tudo que fazemos. E tenho coleção de camisetas de banda, essas também são meus xodós. Minha dica é para que acessem o site da SALOON 33, tem muita coisa legal lá!!

tete-8

tete-13

tete-extra-2

SG – Temos dois clipes que fizemos para a marca, o primeiro fizemos na primeira coleção da SALOON 33, toda inspirada nos anos 90′ conseguimos os direitos autorais da banda L7.

E segundo a gente patrocinou e apoiou o artista Iggy D. Todos os personagens usam roupas da SALOON 33

E tem mais uma coisa que fizemos do qual me orgulho bastante de ter feito parte que foi a exibição do filme LOOKING FOR JOHNNY no MIS, dirigido por Danny Garcia, documentário que conta a história da carreira do guitarrista e compositor Johnny Thunders. A SALOON 33 também apoiou e patrocinou, foi lindo de se ver!!!


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.