Inovação

A incrível feira tecnológica que antecipa novas tendências no Brasil

por: Camila Garófalo

Patrocinado por:

Publicidade Anuncie

Rumo aos 100 anos, a Votorantim promoveu a Tech Fair, feira gratuita de inovação e tecnologia que aconteceu na Casa das Caldeiras nos dias 25 e 26 de abril. Foram 42 palestras, 20 empresas e startups expondo 33 projetos inovadores para provar que um futuro mais sustentável depende das boas ideias que traçamos no presente. Mais de 2 mil pessoas passaram pelo evento nos dois dias.

As tecnologias emergentes podem ter um impacto enorme em nossas vidas. Por exemplo, um drone que presta os primeiros socorros aos acidentes em estradas evitando vítimas ou um painel de filme orgânico que gera energia de forma sustentável evitando desperdício. Tais projetos, sendo o primeiro a Watch Tower e o segundo o Filme OPV, foram algumas das inovações propostas nos estandes da feira.

Além destas, outras como a melhor exploração do grafeno, derivado do grafite, que possibilita a condução de energia ao plástico alterando suas propriedades elétricas. No estande da MackGraphe também descobrimos que o grafeno é flexível, condutor, 100% reciclável, durável e 10 vezes mais forte do que o aço sendo capaz de alterar também propriedades mecânicas e óticas de outros materiais. Por tudo isso, o grafeno é considerado como uma das apostas no futuro da tecnologia (saiba os motivos aqui).

Num dos estandes da própria Votorantim descobrimos a impressora 3D, que além de imprimir polímeros, também pode imprimir alumínio. A CBA (Companhia Brasileira de Alumínio) já vem pesquisando e testando essa tecnologia tanto para a fabricação rápida de protótipos quanto em uma escala industrial. E isso mudaria bruscamente o atual modelo de negócio da indústria.

Durante a Tech Fair, outros momentos impressionantes ganharam destaque, como a aplicação ao vivo do BioChip NFC na mão de uma voluntária. Após a implantação desse chip ela estaria apta a guardar os dados de seu cartão de crédito embaixo da pele e ainda abrir a porta da sua casa se colocasse sua mão em contato com o sensor na entrada. Em São Paulo, Josemar Moura é o único que oferece esse serviço pela página do Facebook.

Em tempo, conhecemos o Drone Batmap para controle de mapeamento aéreo de grandes áreas de agricultura, obtendo maior produtividade. Para se ter ideia um drone comum atua por 20 minutos no ar enquanto o Batmap entrega uma hora e meia de performance.

Já no estande da IBM conhecemos de perto o termoInternet das Coisas”, ou IoT, que é a tendência tecnológica de objetos do nosso dia a dia (carros, geladeira, lâmpadas) terem conexão com a Internet para trocar dados entre si e se moldar ao nosso comportamento. Para ilustrar o termo na feira, a IBM apresentou os sensores de carga utilizados nos caminhões da Citrosuco, que passam informações sobre a temperatura e sobre outras condições responsáveis por medir a qualidade da laranja durante o transporte do produto.

Todas estas tecnologias emergentes têm algo em comum: o potencial de se transformar num negócio empreendedor. Sobre esse assunto palestrou o engenheiro Sérgio Cavalcante, do CESAR, afirmando em seu discurso que “o problema pode ser uma oportunidade”.

Assim como ele, Antônio Gaspar, da IBM, também acredita que a tecnologia é um meio para resolver problemas e nos apresentou o Watson, um personagem da inteligência artificial que responde dúvidas específicas sobre qualquer assunto através da computação cognitiva.

Ao todo, a iniciativa da Votorantim colaborou, por meio da exposição de protótipos e de palestras, com temas como tecnologias inteligentes, novos materiais, operações digitais, tecnologias sociais, e recursos energéticos. Já nos debates foram abordados temas como as mudanças tecnológicas, os novos padrões de produção e de consumo e ainda soluções de negócios por meio de projetos inteligentes. Às vésperas de completar 100 anos, a empresa vem promovendo uma reflexão interna sobre as inovações e as megatendências que já estão acontecendo e que irão impactar o ambiente dos negócios no futuro. “A Tech Fair é parte de um movimento de transformação profunda da Votorantim, que busca impulsionar novas oportunidades de olhar para seus negócios e vislumbrar como ela pode se manter perene nos próximos 100 anos”, afirma João Miranda, CEO da Votorantim S.A.

A Votorantim comenta que o objetivo é antecipar tendências e conectar iniciativas aos comportamentos emergentes para encontrar soluções de impacto“. Para nós, significa entender que o futuro pode ser muito mais que tecnológico, mas também com menos desperdício, maior interação e, por fim, melhor qualidade de vida. O momento é de investigar, experimentar, perseguir e provocar. Só assim nos tornaremos inovadores e, quem sabe, à frente do nosso próprio tempo.

*Tecnologias emergentes, novos padrões de consumo, inovações que transformam nosso cotidiano. Foi um pouco de tudo isso que vimos na Tech Fair, uma incrível feira gratuita promovida pela Votorantim, que aconteceu no dia 26 de abril, na Casa das Caldeiras, em SP.

O Hypeness não poderia ficar de fora dessa e se associou à Votorantim para criar um canal especial que apresenta alguns dos temas e projetos que fizeram parte do evento. É só seguir tudo aqui.

artigo_patrocinado


Camila Garófalo
Camila Garófalo é cantora, compositora e publicitária. Produz sua própria carreira e escreve sempre que sente vontade. Tem um único vício: comunicar-se.


X
Próxima notícia Hypeness:
Como um site de genealogia ajudou a solucionar um duplo assassinato ocorrido em 1987