Sustentabilidade

O futuro chegou: esse arranha-céus é também uma fazenda que pode alimentar uma aldeia inteira

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Ninguém espera que a solução para a fome em locais que sofrem com esse problema seja a construção de novos edifícios. Talvez por isso mesmo, poucas pessoas tenham pensado em ideias tão boas quanto a dos arquitetos Pawel Lipiński e Mateusz Frankowski, que desenvolveram o projeto Mashambas Skyscraper.

Eles propõem a construção de um arranha-céus que possa servir como uma fazenda, centro comunitário e escola. O objetivo seria treinar pequenos fazendeiros africanos que produzem apenas para subsistência em técnicas modernas de agricultura. Com esse conhecimento, eles poderão melhorar seus cultivos, aumentando sua produção e saindo da pobreza.

africa1

Fotos: Reprodução

Um dos pontos interessantes do projeto é que o edifício foi criado para ser móvel. Dessa forma, o Mashambas poderia ser construído em um local, permanecer lá até que a comunidade se tornasse autossuficiente e então ser reconstruído em uma nova localização. Ao mover a estrutura, a base permanece no local e pode servir depois como um mercado.

O projeto foi o ganhador da competição eVolo skyscrapper. Além de servir como um impulso para a agricultura local, buscando erradicar a fome em algumas regiões da África, o espaço também deve contar com creche, consultórios médicos e um centro de informações no andar térreo. “Quando fazendeiros melhoram suas colheitas, eles saem da pobreza. Eles também começam a produzir comida excedente para seus vizinhos. Quando os fazendeiros prosperam, eles erradicam a fome e a pobreza em suas comunidades.“, explica o projeto.


Redação Hypeness

Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Enzima poderosa capaz de digerir garrafas PET é criada por cientistas