Tecnologia

30 anos após acidente, violinista volta a tocar graças a invenção de brasileiro

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Rosemary Johnson tinha um futuro promissor na música. Aos 22 anos, ela já era a quarta violonista da Ópera Nacional de Gales, em 1988. Porém, a trajetória no cargo durou pouco. Apenas nove meses depois de ingressar na ópera, Rosie sofreu um acidente de carro a caminho de um concerto.

Desde o acidente, a violinista não consegue mais mover os membros ou falar. No entanto, uma tecnologia desenvolvida pelo pesquisador brasileiro Eduardo Miranda, professor na Universidade de Plymouth (Inglaterra), está permitindo que ela volte a se expressar através da música.

A invenção permite que Rosie selecione notas exibidas em uma tela através de sensores. Com os comandos dados por ela, outra violinista pode tocar em tempo real a composição definida por ela. Essa missão ficou a cargo de uma ex-colega de ópera, a também violinista Alison Balfour-Paul.

A história foi contada em um documentário inspirador, criado pelo canal do Youtube Volvo Car UK. O vídeo (em inglês) pode ser visto abaixo.

De acordo com a BBC, a tecnologia teria sido desenvolvida por Eduardo Miranda em conjunto com o Hospital Real para Deficiências Neurológicas em Londres. A ideia vinha sendo estudada desde 2003 por uma equipe de engenheiros e profissionais da saúde – e, se tudo der certo, o projeto deverá contar com uma demonstração aqui no Brasil já no próximo ano.

Fotos: Reprodução Youtube/Volvo Car UK


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.