Cobertura Hypeness

Cobertura Hypeness: De formiga a drink com pérola. Fomos descobrir o bartender mais criativo do Brasil

por: Mari Zendron

Publicidade Anuncie

A segunda edição do Most Imaginative Bartender, ou MIB 2017, aconteceu nesta segunda (25), no bar High Line, em São Paulo.

Foi aquela coisa de performance, precisão, repertório e, claro, muita imaginação.

Na hora do drink, você já deve saber, a criatividade conta muito.

Oito profissionais da coquetelaria e um desafio: fazer o melhor drink com o gim premium Bombay Sapphire para conquistar o prêmio do bartender mais criativo do Brasil.

 

Para chegar aos oito finalistas, um júri especializado analisou 39 competidores. Para garantir isenção na disputa, todos os juízes receberam as receitas sem nenhuma informação sobre os competidores.

Ou seja: praticamente um teste cego dos drinks.

Desse processo, chegaram à final quatro profissionais de São Paulo: Edson Maia Júnior, do Riviera, Tom Oliveira, do Cadillac Burguer, Wanderson de Sá, do La Macca, e Raul Dias, do Silo Bar. Os outros quatro, todos do Rio de Janeiro: Fabian Martinez, do Creative Bar; Gregg Ferreira Pinto, do Garoa Bar; Leonardo Peralta, do Alessandro & Frederico e Nicola Bara, do Teto Solar.

‘Um drink com geleia de erva moura com framboesa, por favor?’

Os competidores vieram forte na disputa, como Tom Oliveira que apresentou seu drink “O Alquimista”, com formigas saúvas na composição. Isso mesmo: além de enfeitar, as belas formigas puderam ser degustadas pelos jurados.

Leo Peralta, por sua vez, subiu ao palco e apresentou seu drink com um blend de lúpulo servido num canecão. No maior estilo Charles Chaplin, Wanderson de Sá, conhecido também como Andy, apresentou seu “A dog’s life coktail”, com suco de batata e xarope de pão. Uau!

Raul Dias surpreendeu os jurados servindo seu drink dentro de conchas ornadas com “pérolas” feitas com rabanete. Gregg Ferreira não quis ficar para trás na inovação e serviu sua Via Láctea com refrigerante de leite de marshmallow.

Edson Maia Jr apostou no vinho malbec e limão em sua receita e Fabian Martinez se inspirou em Salvador Dalí e criou um drink com marinado com jerez e geleia de erva moura com framboesa. 

Para tudo: O vencedor apostou no… VINAGRE

Você deve ter reparado que faltava alguém, né? Pois, então… O grande vencedor foi Nicola Bara, com seu drink “O Caminho do Gin”. Na receita inédita, uma união com nada menos que oito ingredientes, entre eles a redução de vinagre balsâmico, o xarope de coco com baunilha e o suco de limão.

“A Bombay é conhecida por valorizar vários habitats naturais [são mais de 10 espécies botânicas exóticas na sua composição] e isso me inspirou na criação do meu drink”.

Há seis anos na profissão, Nicola acredita que a experiência contribuiu para a vitória. “Tive a oportunidade de viajar para vários lugares e conhecer várias culturas”. Nascido na Itália, Bara já trabalhou no Bunga-Bunga, reconhecido bar de Londres. “Conheço a cultura mediterrânea, do norte da Europa e agora do Brasil. E isso certamente me ajudou”.

Como o grande vencedor, Bara ganhou o direito de participar da eliminatória latino-americana. Vencendo mais uma, ele carimba as passagens para visitar a destilaria de Laverstoke Mill, na Inglaterra, e participará de uma imersão no processo de produção do gim. Entra na conta ainda uma experiência pelos bares de coquetéis mais importantes de Londres. E quem ganha com isso tudo? Você, brasileiro, que vai poder apreciar um novo e renovado Nicola Bara.

Além de ganhar o troféu, o vencedor irá para a Colômbia em novembro para participar da etapa da América Latina da competição disputando com os vencedores do México, Porto Rico, República Dominicana, Panamá, Colômbia, Chile e Argentina.

Tony Harion, embaixador de Bacardi Brasil, contou que a disputa foi muito difícil pelo nível elevado dos participantes, mas Bara “venceu com criatividade, execução impecável e ideias sólidas”.

Foram tantos drinks que nem sei quem apontaria como o vencedor… Esse povo é criativo, né?

Então, um brinde e até a próxima!

 


Mari Zendron
Mari Zen é jornalista formada pela PUC-SP e youtuber. Como jornalista, já trabalhou na G Magazine, Portal Imprensa e UOL. Há anos, escreve sobre cinema e música e sempre gostou de conversar sobre gênero e comportamento. Foi aí que criou um canal só dela no YouTube para falar dessas questões. Jura que ainda arranja um tempo para tocar violão e cantar músicas que gostaria de ter composto.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.