sustentabilidade

Essa menina abdicou do plástico e criou sacos feitos de folhas de bananeira para ir no mercado

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre o pioneirismo do Quênia ao banir sacolas plásticas de seu território.

O país começou a atacar o problema há cerca de 10 anos e, recentemente, aprovou uma lei que proíbe a posse de sacolas plásticas. Ter uma destas em casa pode render até 4 anos de prisão aos quenianos. A lei é considerada a mais severa proibição do gênero já aplicada no mundo, mas uma menina do país fez do limão uma limonada e encontrou uma maneira criativa e sustentável de carregar suas coisas.

Hilda Gaceri Bundi não queria gastar 200 xelins quenianos (cerca de R$ 6) para adquirir uma sacola reutilizável para carregar suas coisas. Para resolver isso, a menina encontrou uma solução bem mais sustentável – e altamente econômica: usar folhas de bananeira secas como sacola.

A menina foi fotografada com sua criação e as imagens se tornaram virais nas redes sociais após serem publicadas por Ndungu Nyoro, de acordo com o Global Citizen. No entanto, o autor das fotografias não foi identificado.

De acordo com a publicação, este tipo de sacola é comum na região de Nkubu, onde a menina vive. Por lá, os habitantes utilizam estas sacolas para carregar produtos do campo. Baseada nisso, Hilda passou a manhã criando sua própria sacola de bananeira, que usou para levar compras que havia feito em um supermercado local.

Todas as fotos: Reprodução Facebook


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.