inspiração

Contra intolerância, evangélicos doam R$ 11 mil para reconstrução de terreiro incendiado no RJ

por: Tuka Pereira

Publicidade Anuncie


O terreiro de candomblé Kwe Cejá Gbé de Nação Djeje Mahin, da mãe de santo Conceição d`Lissá, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, já sofreu muitos atentados por intolerância religiosa. No último, ocorrido em junho de 2014, um incêndio criminoso durante a madrugada, atingiu o segundo andar da casa do terreiro e destruiu quase tudo, desde teto e móveis a eletrodomésticos e roupas de santos.

No entanto, nesta segunda-feira, 13, um acontecimento inusitado inter-religioso relembrou o verdadeiro sentido da fé e da religiosidade: o local recebeu uma doação de R$ 11 mil da igreja evangélica para realizar uma reforma.

Contra intolerância, evangélicos doam R$ 11 mil para reconstrução de terreiro incendiado no RJ

A presidente do Conselho de Igrejas Cristãs do Estado do Rio de Janeiro (CONIC-Rio), Pastora Luterana Lusmarina Campos Garcia, decidiu promover a reconstrução do terreiro com a doação do dinheiro.

A iniciativa surgiu a partir da Comissão de Combate à intolerância Religiosa (CCIR), que fez a aproximação entre as partes.

Contra intolerância, evangélicos doam R$ 11 mil para reconstrução de terreiro incendiado no RJ

Onde uns destruam, outros ajudam, temos que combater todas as ações de ódio, preconceito, racismo e intolerância religiosa, nos unir em prol das diversidades, liberdades, pluralidade e humanidades para que juntos possamos construir, efetivamente, um país das liberdades e diversidades respeitando as alteridades”, comemora o babalawo Ivanir dos Santos, interlocutor do CCIR.

Para Ivanir, o ato é mais do que a reconstrução do espaço físico. “A ação reconstrói relações e afirma que é a partir da solidariedade que é possível estabelecer a paz, a comunhão e o amor entre as diferentes religiões”.

Imagens: Pedro Carilho/Carlos Wrede


Tuka Pereira

Jornalista há mais de uma década e ‘escrevinhadora’ há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.