inspiração

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

por: Joao Rabay

Publicidade Anuncie


Entre 1597 e 1695, milhares de pessoas fugidas da escravatura foram viver no Quilombo dos Palmares – estima-se que, no auge, mais de 30 mil habitantes estiveram lá. A partir de agora, o local onde ficava o Quilombo é considerado um Patrimônio Cultural do Mercosul.

A região escolhida foi a Serra da Barriga, em Alagoas, onde ficava o núcleo do quilombo, onde fica o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, inaugurado em 2007. Trata-se do único parque temático voltado à cultura negra no Brasil e conta com instalações como a casa de farinha (Onjó de farinha), a casa do campo santo (Onjó Cruzambê) e o terreiro de ervas (Oxile das ervas).

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

O Quilombo dos Palmares era dividido em pequenos povoados, chamados de mocambos. Os principais eram Cerca Real do Macaco, Subupira, Zumbi e Dandara, e o maior deles chegou a ter 6 mil moradores. Zumbi, nascido no Quilombo, foi o mais célebre deles, liderando a resistência contra as tentativas de invasão por parte dos bandeirantes.

Elcias Pereira, presidente do Conselho de Promoção da Igualdade Racial de Alagoas, acredita que o novo título poderá ajudar a dar visibilidade ao Parque. “Recebendo esse título pode haver a melhoria dos equipamentos. Nestes últimos 10 anos, os investimentos não foram feitos como deviam”, diz.

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

Carolina Nascimento, diretora de Proteção ao Patrimônio Afro-Brasileiro da Fundação Cultural Palmares, responsável pelo parque nacional, também comentou o assunto. Para ela, “neste momento em que casos de racismo estão se acirrando, o reconhecimento deste bem cultural é uma forma de combater a discriminação racial e valorizarmos a cultura afro-brasileira”.

A lista de patrimônios culturais do Mercosul inclui o edifício-sede da organização, em Montevidéu, inaugurado em 30 de dezembro de 1909; o chamamé, estilo musical tradicional da Argentina, e o cimarronaje cultural equatoriano.

O Quilombo é o primeiro item 100% brasileiro da lista. Antes, já estavam lá a Ponte Internacional Barão de Mauá, ligação entre as cidades de Jaguarão, no Brasil, e Rio Branco, no Uruguai, e a região das Missões Jesuítas, que abrange cinco países (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia).

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

Quilombo dos Palmares se torna Patrimônio Cultural do Mercosul

Fotos via Parque Memorial Quilombo dos Palmares

Imagem de capa: Casa de Negros, Johann Moritz Rugendas


Joao Rabay

Gosta de ler boas histórias para aliviar a mente no meio de tantas notícias ruins. Ainda acredita que elas podem inspirar boas mudanças e fica feliz quando pode contá-las.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.