Seleção Hypeness

8 drinks e bebidas ‘diferentonas’ que você deveria provar ainda em 2017

por: Vitor Paiva

Publicidade Anuncie

Para quem gosta de bebidas alcoólicas, e especialmente de misturas de sabores, os drinques são opções saborosas e interessantes sempre. Todo mundo tem um drinque de preferência, seja simplesmente uma bebida ou a mistura de algumas em sabores que criem uma experiência peculiar e deliciosa em uma mesa de bar, em um restaurante ou mesmo em casa.  

Às vezes, porém, é interessante arriscar, e procurar novos sabores e receitas que possam ampliar o deleite de nossas papilas gustativas, trazendo sensações inéditas tanto para o nosso paladar quanto para a própria sensação de provar uma bebida que não conhecemos.

Assim, pensando no fim do ano como um momento de renovação e abertura para novidades, separamos alguns drinques exóticos como sugestão para justamente renovar essa deliciosa experiência – seja pela receita e mistura, seja pelos ingredientes dos quais as bebidas são feitas. Vale a pena abrir a cabeça e mergulhar no novo, com a devida moderação.

1. Cerveja Outback Colorado

Essa é uma bebida original e exclusiva do Brasil, e mistura a bebida preferida do brasileiro com um sabor… australiano. Criada para comemorar os 20 anos do Outback no Brasil, o restaurante se juntou com a marca Colorado para criar uma cerveja inspirada no sabor de uma das atrações mais queridas do Outback: o pãozinho australiano. É uma receita de cerveja exclusiva, desenvolvida especialmente para o Outback.

Apresentada em uma garrafa de 600 ml, a cerveja do tipo Rye Light American Wheat possui 5% de teor alcoólico. De textura cremosa e sabor encorpado, mistura  os sabores brasileiros, trazendo na receita lúpulos australianos, centeio e açúcar mascavo. O rótulo também é  “diferentão” e traz ícones tribais e a imagem de um canguru, que remetem à inspiração da marca aos símbolos da Austrália.

A cerveja só pode ser encontrada nos restaurantes Outback em todo o Brasil, mas pode ser comprada e levada para casa – como uma boa e exótica bebida para temperar e servir como um bom presente para o fim do ano.

2. Smurfs

Alguns drinques se caracterizam pela mistura realmente exótica, até mesmo de texturas, e um tanto pela beleza. É o caso do Smurfs, uma bebida que mistura um shot de curaçau blue – que traz justamente a menção ao amado e azul desenho animado infantil – com um suspiro por cima, que lembra o gorrinho dos personagens, para abrilhantar o sabor e a própria experiência de beber – e, nesse caso, também comer.

3. Bellini

Já o Bellini traz um pouco de tudo: sabor, estética e o que há de mais moderno na culinária mundial. Feito a partir das técnicas de gastronomia molecular, esse drinque tem como base o champanhe, mas é devidamente temperado com pérolas de suco de pêssego e cálcio, que não só embelezam de forma única e peculiar a bebida, como ainda explodem na boca, adicionando sabor e textura de um jeito incrível.

4. Vinho azul

Essa não é uma receita extraordinária nem uma mistura exótica de bebidas diferentes, mas sim uma mudança um tanto radical em uma bebida bastante tradicional. Trata-se literalmente de um vinho azul, feito através da combinação de um pigmento que existe na própria casa da uva, chamado antocianina, com um colorante natural de anil. O impacto sobre o sabor ou se os puristas do vinho se encantarão pela mudança é que são as questões – mas que tornou-se um vinho inovador, isso é um fato.

5. Copa Verde

Se você gosta de margarita, então deve provar essa versão turbinada, densa e deliciosa. Feita com tequila, suco de limão, água, xarope de agave e abacate, o Copa Verde transforma o típico drinque mexicano em uma refeição completa. 

6. Galinha da pradaria

 

Alguns drinques se caracterizam mais pelo exótico que beira o bizarro do que pelo sabor e a beleza. É o caso do Galinha da pradaria, um drinque tendo gin como base, mas que leva a gema de um ovo, sal e pimenta – e uma bela pitada de coragem de quem for prová-lo.

7. Caipirinha com Algodão Doce

Mexer com símbolos nacionais é sempre arriscado e excitante, e esse drinque transforma radicalmente a experiência da tradicional caipirinha nacional. Trata-se de uma caipirinha com algodão doce, feita para ser comida. A bebida é congelada com nitrogênio líquido, e depois decorada com algodão doce. Interessante definitivamente é – mas será que é bom?

8. Champanhe Floral

Um dos drinques mais bonitos e refinados, o champanhe floral mistura o tradicional espumante com o sabor e a beleza da flor de hibisco. O processo realiza a infusão de uma flor seca de hibisco no xarope de água de rosa, depois coloca uma flor em cada copo, uma colher do xarope, licor de gengibre e completa com champanhe.

© fotos: Getty images/divulgação


Vitor Paiva

Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ganense cria negócio com mulheres sem terra para combater machismo e desnutrição