Sustentabilidade

Conheça a espécie de pinguins super rara que está prestes a ser extinta

por: Mari Dutra

Publicidade Anuncie

Nós amamos pinguins e, até onde sabemos, esses bichanos só merecem elogios. Uma espécie, porém, está enfrentando maus bocados. São os pinguins-de-olho-amarelo (Megadyptes antipodes), encontrados no sul da Nova Zelândia.

Considerados como uma das espécies de pinguins mais raras do mundo, eles estão em perigo de extinção. Esse risco foi potencializado após o desaparecimento de cerca de metade da população de pinguins-de-olho-amarelo da ilha neo-zelandesa Codfish (também conhecida como Whenua Hou) este ano, segundo reporta o The Dodo.

A ilha é livre de predadores e foi considerada como um santuário de animais. Por isso, todos estavam intrigados com a diminuição da população de pinguins. Ainda de acordo com a publicação, os animais estariam sendo vítimas das redes de pesca que atuam próximas à ilha. Enquanto buscam comida no mar, alguns pinguins teriam caído nestas redes e se afogado ou sido pescados junto a outros animais.

As redes são responsáveis pelo afogamento de 13 das 18 espécies de pinguim encontradas no mundo, segundo um estudo realizado pela Bird Life International. Como consequência do desaparecimento dos animais, apenas 14 ninhos de pinguins foram encontrados pelos guardas-florestais na região este ano – no ano passado foram 24.

Estima-se que hoje a população de pinguins-do-olho-amarelo seja de apenas 4.000 indivíduos. Se eles continuarem morrendo, logo a única maneira de vê-los pode ser na nota de 5 dólares neozelandeses, onde os pinguins estão estampados.

Fotos: David.MonniauxRichard Giddins; Christian MehlführerAalamaki


Mari Dutra

Depois de viver na Argentina, na Irlanda e na Romênia, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje escreve para o Hypeness e mantém um blog de viagens, o Quase Nômade, em que conta mais de suas experiências pelo mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Amazônia vai ganhar unidade de conservação de 3 milhões de hectares