Debate

Mulheres trabalham duas vezes mais que homens em casa, segundo o IBGE

por: João Vieira

Publicidade Anuncie


Uma pesquisa do IBGE fez um levantamento sobre o cenário do trabalho doméstico no Brasil e constatou que cerca de 135,5  milhões de brasileiros a partir dos 14 anos, ou 80%, fazem algum tipo de tarefa em casa ou na casa de algum parente.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – Outras Formas de Trabalho, que considerou levantamento feito em 2016.

O estudo revelou que, enquanto 89,8% das mulheres realizavam atividades domésticas, esta proporção era de 71,9% entre os homens. Além disso, a média de horas semanais gastas pelo brasileiro nos afazeres domésticos é de 16,7 horas, só que elas ficam cerca de 20,9 horas por semana cuidando da casa, enquanto eles ficam metade, apenas 11,1 horas.

O único setor que os homens fazem mais coisas que as mulheres é no de manutenção. 65%  deles se dedicaram a esse tipo de tarefa, contra 33,9% das mulheres.

“Mulheres fazem tudo na casa”

A mulher faz tudo na casa, e o homem faz pequeno reparo. É basicamente isso. Há uma diferença grande entre homens e mulheres. A única atividade que os homens fazem mais do que as mulheres é consertar um chuveiro, trocar uma torneira, algum pequeno reparo no domicílio”, disse Alessandra Brito, analista da Coordenação de Trabalho e Rendimento do IBGE, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Serviços domésticos ainda caem sobre as costas da mulher

Todas os outros afazeres caem nas costas da mulher. Fazer comida, lavar a louça (58,5% dos homens, 95,7% das mulheres); limpeza e conserto e roupas e sapatos (55,7% dos homens, 90,8% das mulheres); limpar a casa, jardim, quintal… (67,3% dos homens, 77,9% das mulheres); gerenciar a casa, pagar contas e contratação de serviços (69,0% dos homens, 71,3% das mulheres); fazer compras e preocupação com economia (68,2% dos homens, 76% das mulheres); cuidar de animais domésticos (37,5% dos homens, 42,4% das mulheres).

Participação dos homens aumentou, mas ainda não é ideal

Mulheres brancas costumam fazer menos tarefas que as negras e pardas, de acordo com o IBGE. A proporção se inverte no caso dos homens. Não houve cruzamento de dados, mas os pesquisadores acreditam que a participação dos homens tem crescido com relação a levantamentos anteriores, apesar de ainda não representar um cenário democrático na área.

Fotos: Pixabay


João Vieira

Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Veja Também
China colhe DNA e biometria de minoria muçulmana em vigilância disfarçada de programa de saúde