Carnaval sem lixo: 7 maneiras de cair na folia de forma sustentável

por: Mari Dutra

Patrocinado por: Canal Verão

Publicidade Anuncie

Já reparou em quanto lixo nós geramos apenas nos dias de Carnaval? São milhares de copos descartáveis, canudinhos, fantasias que nunca mais serão usadas e muito glitter. Tudo isso vai poluir nossas cidades depois que a festa termina. A estimativa é de que, no ano passado, o Carnaval carioca tenha gerado 700 toneladas de lixo. Se esses dados dizem respeito apenas ao Rio de Janeiro, já dá para imaginar que o cenário no restante do Brasil não é muito melhor.

Mas como curtir o Carnaval de maneira mais sustentável sem deixar a diversão de lado? Não tem segredo nenhum e, ao mesmo tempo, tem muitas formas de fazer isso. Nós compartilhamos algumas delas com vocês aqui!

1. Fantasia de upcycling

Se você é do tipo que tem um monte de roupas guardadas que não sabe mais nem para que servem, a dica é reinventá-las e criar sua própria fantasia de upcycling misturando peças e acessórios – ou resgatando aquelas fantasias de outros carnavais.

Tudo bem que você pode fazer questão de comprar aquela roupa novinha para divar total. Nesse caso, a dica é investir em marcas sustentáveis, como a Joaquina Brasil, que criou uma coleção carnavalesca toda feita com tecidos que iriam para o lixo. Para os acessórios, a dica é a maravilhosa Ecool, uma marca ecológica que resgata  brinquedos e objetos que seriam descartados e os transforma em peças únicas. Quando chegar do bloquinho ou da balada, é só lavar a peça e deixar secar para ela estar pronta para ser reutilizada – rola até mesmo trocar com os amigos para mudar de visual nos diferentes dias da festa!

 

 

2. Glitter biodegradável

Todo mundo curte se besuntar de glitter durante a folia, mas pouca gente pensa no impacto deste comportamento. Aquele brilho todo é gerado por micro partículas de plástico que não é reciclável. Acredita-se que estes micro plásticos sejam responsável por 85% de todo o plástico que está poluindo nossos oceanos. Dá para entender o problemão que temos aí?

Ok, agora a boa notícia: dá para fazer glitter em casa e sair brilhando lindamente durante o Carnaval! \o/ Espia só essa receita aqui. Quem não tem paciência para essas coisas, mas não quer perder a chance de eco-arrasar, pode comprar de marcas que produzem purpurina biodegradável, que é a maior tendência nesse Carnaval. Confere só algumas das marcas que oferecem o produto: Pura Bioglitter, Shock, Brilhow e Glitra.

 

 

3. Copo reutilizável

A cada bebida, um novo copo descartável para desfilar com muito lixo na passarela. Que tal mudar isso levando o seu próprio copinho para a festa? Dá para pegar algum copo normal que você tenha em casa, mas o melhor é usar copos de material não cortante, como os do Meu Copo Eco (que já é parceira de diversos eventos) ou o copinho de silicone da Menos 1 Lixo.

O Brasil consome diariamente 720 milhões de copos descartáveis! E no ano passado, só o Rio gerou 700 toneladas de lixo durante o Carnaval ⚠🌎 Você não quer fazer parte dessa estatística, né? Bora fazer diferente? Quando for pra folia, #levaocopoprobloco 💚 Esse ano a gente te dá uma força pra compor a sua fantasia com os copinhos com tampas coloridas e brilhantes! Você contribui positivamente pro planeta e ainda arrasa nos bloquinhos por aí. Eles já estão em pré-venda esclusiva na @rio2love, corre lá! bit.ly/M1Lrio2love 😉 Os copos do @menos1lixo também querem pular carnaval! Use a hashtag #levaocopoprobloco pra gente ver! Vamos juntxs produzir um carnaval com menos 1 lixo! 💛🌻🌟 #levaocopoprobloco #carnavalsemlixo #lixozero #zerowaste #copomenos1lixo #noplastic #semplastico #meioambiente #educaçãoambiental #sustentabilidade #carnaval #menos1lixo

A post shared by Menos 1 Lixo (@menos1lixo) on

4. Vá de Lata

Na hora de beber, escolha bebidas vendidas na lata. Por ser altamente reciclável, a embalagem é mais sustentável do que garrafinhas de vidro ou de plástico, por exemplo. Recentemente nós até falamos aqui sobre o movimento Vá De Lata, que busca justamente conscientizar sobre essa questão. A reciclagem de latas de alumínio ainda gera renda para mais de 800 mil catadores no Brasil. Ou seja, todo mundo sai ganhando.

5. Diga não ao canudinho

Essa semana mesmo nós comentamos sobre o grande passo dado pela Califórnia, que pretende banir o uso de canudos plásticos descartáveis. O problema é o mesmo do glitter: o plástico do canudinho fica aí no mundo, poluindo os oceanos e causando muitos danos ao meio ambiente. O bom é que ele é completamente evitável. Basta recusar o canudo com sua bebida e você já faz um bem para o planeta! Simples, não?

Quem faz questão do canudinho – que pode ser necessário na hora de uma boa água de coco – ainda encontra diversas opções de canudos reutilizáveis de inox, bambu ou vidro à venda, como esse aí da foto à seguir.

 

6. Transporte sustentável

Em primeiro lugar, vamos lembrar que o melhor é SEMPRE ir a pé, usar transporte público ou ir de bike, ok? Apesar disso, a gente sabe que sustentabilidade precisa ser adaptada à realidade de cada um – e usar transporte público ou caminhar à noite nem sempre é seguro (geralmente não é!), assim como não é seguro andar de bike depois de beber.

Então, se não rolar nenhuma dessas duas opções, chama os amigos e divide um Uber/Cabify/Táxi para ir pro bloquinho. Juntos no mesmo veículo, vocês geram menos emissões de CO² e ainda economizam durante o trajeto.

7. Lixo no lixo

Depois de tudo isso, o mínimo que a gente espera é que você já faça a sua parte colocando o lixo no lugar certo, mas é sempre bom lembrar. Nada de jogar o lixo no chão durante a folia, viu? As lixeiras estão aí para isso!

 

 

Tinder e Hypeness no Carnaval de Salvador dá match! Por isso, unimos forças para dividir com você a magia da festa mais querida do Brasil e para acompanhar de perto a folia de um dos carnavais mais tradicionais do país: o Carnaval de Salvador!

Vem com a gente se jogar no calor desse fervo. Vem pra essa festa crocante e cremosa, repleta de ‘matchs’, brilho e malemolência. Se liga no consentimento, respeita as manas, as minas e as monas que não tem erro. Vuco-vuco é bom e todo mundo gosta. 😀 Partiu?! \o/

 






Fotos: Unsplash


Mari Dutra

Depois de viver na Argentina, na Irlanda e na Romênia, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje escreve para o Hypeness e mantém um blog de viagens, o Quase Nômade, em que conta mais de suas experiências pelo mundo.