Agenda Hypeness

Lollapalooza, Rashid, Lurdez da Luz e vários rolês: saia do sofá

por: Camila Garófalo

Publicidade Anuncie

Cada semana mais mais rolês surgem pelo caminho. Dessa vez não tem desculpa: shows, exposições e…festivais! Tem Lurdez da Luz lançando o novo disco e honrando o hip hop, tem Rashid no Auditório Ibirapuera e tem Lollapalooza 2018 exaltando bandas brasileiras como  Tiê, Ventre, Mahmundi, Mallu Magalhães. Não perca!

Diomedes Chinaski: primeiro show em São Paulo

Rap ou trap, Diomedes Chinaski ganhou os holofotes pela pegada moderna das colagens que começou a usar quando decidiu caminhar solo. Pernambucano natural de Paulista, está na dianteira de uma cena que agora desponta mirando o sul para mostrar a diversidade das produções atuais do Nordeste.

Chinaski começou a escrever em 2009, quando formou o grupo Chave Mestra, e desde lá dava indícios das boas rimas e sacadas que fazem um letrista do gênero se diferenciar. Além do uso bem feito da caneta, também se destaca pelas combinações de jazz, soul, mangue beat e recortes que vão do gangsta ao R&B.

Esta é a primeira vez que Diomedes se apresenta em São Paulo mas a boa relação com a capital paulista já rendeu parcerias com Emicida, Coruja BC1 e Marcela Maita (em Insomnia2, de Rodrigo Ogi), Rincon Sapiência e diversas criações com DJ Caique, que assina produções com Rashid, MV Bill, Dnasty e outros.

SERVIÇO:
O que: Rap Clandestino IV na Casa da Luz
Quando: 23 de março, 23h
Onde: Casa da Luz | Rua Mauá, 512 – Centro | São Paulo
Quanto: R$20 (lote 1) | R$30 (lote 2) | R$35 (lote 3)
Nome na lista: R$35 | Porta: R$40

Lurdez da Luz estreia o show de Acrux no Sesc Pompeia

Uma das pioneiras do do hip hop no Brasil, Lurdez da Luz tem uma relação forte com a cidade de São Paulo. Não à toa, carrega a sua quebrada no próprio nome – o bairro da Luz. Ao completar 18 anos de carreira, a rapper decidiu fazer uma retrospectiva do seu trabalho sob um olhar acústico, mas também compilando músicas que tinham a capital paulista como tema e/ou inspiração. O resultado foi o disco Acrux, lançado no finzinho de 2017. No dia 24 de março, sábado, ela sobe ao palco da Comedoria do Sesc Pompeia para apresentar o trabalho pela primeira vez. A cantora Karina Buhr faz participação especial.

SERVIÇO
O que: Lurdez da Luz @ Sesc Pompeia | participação especial Karina Buhr
Quando: 24 de março, 21h30
Onde: Sesc Pompeia – Comedoria – Rua Clélia, 93, Pompeia
Quanto: de R$ 6,00 a R$ 20,00

Lollapalooza 2018

A sétima edição de um dos mais importantes festivais de música e experiência do mundo foi ampliada e vai acontecer em três dias, em 23, 24 e 25 de março de 2018, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Alguns nomes da programação: Tiê, Ventre, Mahmundi, Mallu Magalhães. Mais todas as informações navegue no site oficial.

Banda Ventre lança novo single e anuncia pausa:

SERVIÇO
O que: Lolla
Quando: 23, 24 e 25 de março
Onde:  Autódromo de Interlagos
Quanto: Até R$ 1700

Shows: Maria Beraldo e Kazte

Em tempos de luta, que buscamos desconstruir a rivalidade entre as mulheres, a SÊLA promove um evento para unir duas grandes artistas de dois selos independentes: Katze, da PWR Records, e Maria Beraldo, do RISCO. Ambas apresentam shows em formato solo nesta sexta-feira, 23 de março, a partir das 20h. O local escolhido é a Casa Vulva, novo espaço de artes integradas na Vila Romana, zona oeste de São Paulo. A entrada para os dois shows custa R$ 15.

SERVIÇO
O que: SÊLA na Vulva com Maria Beraldo (RISCO) e Katze (PWR)
Quando: 23 de março, 20h
Onde: Casa Vulva – Rua Coriolano, 345, Vila Romana
Quanto: R$ 15

Manual em Família realiza uma ocupação sobre a Infância na Casa das Caldeiras

Qual é a criança que existe em você? O que em você era e continua sendo? Um ambiente onde é possível se conectar com a criança que vive em cada um de nós. Esta é a proposta da ocupação que será realizada pela equipe do projeto Manual em Família – A Arte de Educar e Aprender no próximo domingo (25 de março) na Casa das Caldeiras, de 12h até 15h.

Em um ambiente sensorial repleto de elementos que remetam os visitantes à suas próprias infâncias, o Manual em Família, busca uma sensibilização das pessoas através do reconhecimento de sua própria trajetória.

A ocupação se dá através de uma ambientação que remete os visitantes a vários elementos das diversas possibilidades de infâncias. Áreas destinadas ao livre brincar, espaços de memórias afetivas e trocas de memórias. Alguns espaços da Casa das Caldeiras estarão ambientados como se os visitantes estivessem entrando em sua própria casa e até voltando para sua própria infância, criando possibilidades de livres experiências e reconhecimentos.  

SERVIÇO
O que: Manual em Família
Onde: Casa das Caldeiras – Av. Francisco Matarazzo, 2000 – Água Branca, São Paulo – SP, 05001-200
Quando: 25 de março , das 12h às 15h
Quanto: Entrada Gratuita – Classificação Livre

Companhia Antropofágica promove Diálogos Antropofágicos em sua sede

A Cia Antropofágica convida artistas, pesquisadores, estudantes, articuladores culturais e público interessado para participar dos Diálogos Antropofágicos – Encontros para debater temas importantes do fazer teatral e sobre questões sociais da sociedade contemporânea.

De 20 a 28 de março, a Companhia Antropofágica de Teatro promove mais a primeira série de Diálogos Antropofágicos do ano em sua sede, o Espaço Pyndorama localizado em Perdizes.

Durante quatro encontros, a companhia recebe convidados especiais para falar sobre produção teatral, processos criativos de companhias como Kiwi Companhia de Teatro, Cia Os Satyros e da própria Antropofágica. Participarão também dos encontros, pesquisadores que abordarão temas como Biodiversidade, Sistemas Agrícolas de Produção Alimentar, Desenvolvimento e Planejamento Urbano e Cultural.

As temáticas dos Diálogos Antropofágicos foram escolhidos de acordo com o novo projeto da Antropofágica, [D.E.T.O.X] – Devising Experimental da Toxicologia do Objeto X, projeto que parte da necessidade da Companhia em aprofundar as pesquisas sobre questões eco-ambientais contemporâneas, a fim de operar a ponte entre um pensamento desenvolvido no início do século XX e os processos de devastação do planeta atualmente em curso.

PROGRAMAÇÃO

Os encontros acontecerão sempre às 19h30.
Onde: Na sede da companhia, o Espaço Pyndorama – Endereço: Rua Turiassú, 481 – Fundos – Perdizes – São Paulo

Dia 20 de março de 2018 – A Atualidade do Teatro Documentário – Convidada: Fernanda Azevedo (Atriz, integrante da Kiwi Companhia de Teatro desde 2006. Pesquisadora e mestranda em teatro no Instituto de Artes da Unesp, sob orientação do Prof. Alexandre Mate)

Para discutir a atualidade do teatro documentário, analisaremos alguns dos seus fundamentos conceituais e suas consequências estéticas e sociais, além de examinar exemplos retirados da produção teatral contemporânea.

Dia 21 de março de 2018 – Processos de Devising no Trabalho Criativo dos Satyros – Convidado: Rodolfo García Vázquez II (Dramaturgo, diretor teatral e um dos fundadores da Cia Os Satyros Prêmio Shell de Melhor Diretor em 2005 por “A Vida na Praça Roosevelt”, de Dea Loher)

O encontro visa esclarecer as diferenças entre devising e o teatro colaborativo desenvolvido no Brasil. Em um segundo momento, o encontro visa apresentar possibilidades diferentes de devising no processo da montagem teatral, através da desconstrução de processos criativos de alguns espetáculos emblemáticos dos Satyros.

Dia 27 de março de 2018 – Segurança Alimentar e Nutricional – Convidada: Soraia de Fátima Ramos – (Geógrafa; Mestre em Geografia; Doutoranda na Faculdade de Saúde Pública – USP, Pesquisadora Científica no Instituto de Economia Agrícola (IEA); foi Conselheira do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável -CONSEA/SP).

A segurança alimentar e nutricional abrange o acesso a alimentos com qualidade biológica, sanitária e nutricional, de modo regular e permanente. Alia-se a práticas alimentares promotoras de saúde, com atenção às populações vulneráveis. A produção no campo deve estar amparada em sistemas agrícolas da agricultura familiar com atenção à preservação da biodiversidade e diversidades culturais locais.

Dia 28 de março de 2018 – Desenvolvimento e Planejamento Urbano e Cultural – Convidada: Terezinha Ferrari (Pesquisadora e Professora do Centro Universitário Fundação Santo André – Doutora em Ciência Política. Autora do livro, a Fabricalização da cidade e ideologia da circulação, além de outros textos)

A temática proposta tanto pode ser tratada de modo afirmativo como crítico. A segunda opção seduz porque para enfrentá-la é preciso destacar a presença do Estado no planejamento das cidades; no capitalismo neoliberal esse planejamento urbano contempla também um desenvolvimento e um planejamento cultural – o que nem sempre foi assim. Como o Estado do capital planeja uma cidade para poucos, perguntamos qual é, afinal, o papel da cultura nesta cidade planejada para poucos?

Temporada do Espetáculo OPUS XV

OPUS XV – Máquina de Memória dos quinze anos da Companhia Antropofágica, que desafia a história do grupo na busca por responder aos mecanismos históricos que determinam a própria possibilidade de qualquer existência coletiva. Uma engrenagem teatral projetada para expor suas próprias entranhas, desafiando o individualismo crescente. Como forma de resistência à realidade degradada, a peça crava uma fresta de liberdade entre as determinações objetivas do passado social e as escolhas subjetivas do indivíduo, transformando o espaço do palco em uma plataforma onírica em meio às tensões históricas do tempo presente.

SERVIÇO
O que:  Diálogos Antropofágicos
Onde: Espaço Pyndorama – Endereço: Rua Turiassú, 481 – Fundos – São Paulo – SP
Temporada: 02 de Março a 22 de Abril de 2018 – Sextas e Sábados as 21h e Domingos as 19h
Quanto: Gratuito – Classificação Indicativa: 18 anos

III Festival da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop

A próxima edição do projeto TODODOMINGO MUSICAL EM SP é dedicada ao gênero feminino. No dia 25 de março, a partir de 15h00, a Casa das Caldeiras recebe o III Festival FNMH2, organizado pela Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop.

Evidenciando o protagonismo feminino na cena das culturas urbanas, a Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop (sediada em mais de 12 Estados brasileiros), promove a terceira edição de um grande festival de talentos com a participação de diversas mulheres do movimento. Entre as atrações confirmadas estão Live Paint com as grafiteiras Gabi Bruce e Luna Bastos, as DJ’s Odara Kadiegi e Niely, exibição do documentário “Mulheres no Hip Hop”, performances com o Coletivo AGÔ, batalhas de MCs e Breaking Dance com premiações e encerramento com Bloco Surpresa.

PROGRAMAÇÃO

14h – Abertura da casa.
LIVE PAINT com as grafiteiras Gabi Bruce e Luna Bastos
Discotecagem: Odara Kadiegi e Niely
Espaço Recreativo para crianças.
Feira de Empreendedoras de economia criativa
15h – Documentário Mulheres no Hip Hop
15h30 – Exposição de Graffiti: Túnel do Tempo
16h – Coletivo AGÔ Performances Negras – BANZO, nome dado ao sentimento de nostalgia, tristeza, saudades de sua pátria, costumes familiares e principalmente de sua liberdade, que os negros africanos escravizados sentiam ao serem tirados de seu país de origem.
16h30 – BATALHA DOMINAÇÃO Convida MCs para freestyle
* Premiação de R$ 300,00
18h30 – BATALHA DE BREAKING – seven2smoke
* Premiação de R$ 300,00
20h – Encerramento com Bloco Surpresa

SERVIÇO
O que: III Festival da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop
Quando: 25 de março, de 15h às 23h00
Onde: Casa das Caldeiras
Quanto: gratuito

Rashid apresenta CRISE ao vivo no Auditório Ibirapuera

Em janeiro, Rashid lançou CRISE, sétimo trabalho de sua discografia e segundo álbum de estúdio. Aguardado pelos fãs, o novo repertório ganha os palcos e será apresentado no Auditório Ibirapuera, em 30 de março.

Experimentadas ao vivo no ano passado, algumas faixas do CRISE já são garantia de uníssono, como “Estereótipo”, “Bilhete 2.0” e “Primeira Diss”. As demais, como “Sem Sorte”, “Música de Guerra”, “Se Tudo Der Errado Amanhã”, “Pés na Areia (Promessas)” e outras, devem apresentar novos arranjos dirigidos por Julio Mossil e Rashid.

Luccas é um dos convidados de Rashid para a apresentação, e também Ellen Oléria, que empresta a potência de sua voz em “Se Tudo Der Errado Amanhã”. Rashid vem acompanhado de DJ Mr. Brown, Godô (backing vocals), Jhow Produz (bateria), Renato Taimes (guitarra) e Weslei Rodrigo (baixo). Além do repertório de CRISE, a apresentação tem sucessos como “Ruaterapia”, “Gratidão”, “Patrão”, “Virando a Mesa” e “Homem do Mundo”.

SERVIÇO:
O que: Rashid apresenta CRISE
Quando: 30 de março, 21h
Onde: Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer | Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera
Quanto: R$30 (inteira) | R$15 (meia)


Camila Garófalo

Camila Garófalo é cantora, compositora e publicitária. Produz sua própria carreira e escreve sempre que sente vontade. Tem um único vício: comunicar-se.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista alemão usa inteligência artificial e cria quadros como pintores do século 19