Autor: Jaque_Barbosa

Uma coisa que nos move no Hypeness é a forma como algumas pessoas enfrentam seus problemas, pegam neles pelo colarinho e os ultrapassam, fazendo o melhor possível de suas vidas. O caso de Chen Zhou, um chinês de 26 anos, é um bom exemplo por duas razões: não só nos lembra da bênção que é ter um corpo saudável, como mostra a importância da mente e da força de vontade.

Autor por Jaque_Barbosa . 10/11/2014
Comentar

Quem acompanha o Hypeness, sabe da importância que damos pra tecnologia. Depois da educação, e se bem usadas, as inovações tecnológicas e suas infinitas possibilidades podem levar o Brasil para um patamar superior, contribuindo para que se torne um país mais evoluído, justo e igualitário.

Autor por Jaque_Barbosa . 24/09/2014
Comentar

Chegou aquela época do ano em que os dias começam a ficar mais quentes, em que o sol se deita mais tarde e nos faz querer aproveitar a vida até ao último raio de luz. É também o tempo do verde, das árvores e das flores que vimos cair brotarem de novo. A cidade ganha cor, ganha luz e o cenário se transforma.

Autor por Jaque_Barbosa . 23/09/2014
Comentar

Não é possível pensar em tecnologia ou em criação sem pensar nas pessoas. De que serviriam os melhores gadgets ou as invenções mais incríveis se não estivessem ao nosso serviço ou se não melhorassem de alguma forma nosso cotidiano? E se as pessoas são o destinatário de toda a criação, elas são também a origem. Por isso, é difícil não se apaixonar por esta ideia – “nós, da Samsung, não lançamos apenas produtos. Lançamos produtos que lançam pessoas”.

Autor por Jaque_Barbosa . 19/09/2014
Comentar

Quando nos perguntam se curtimos um determinado filme, pensamos no roteiro, nos personagens, às vezes, nos efeitos, outras vezes, na fotografia. Mas nem sempre percebemos que a trilha sonora nos transporta de tal forma para o universo do filme que nos deixa embalados e absorvidos pela história.

Autor por Jaque_Barbosa . 30/08/2014
Comentar

Álvaro de Campos, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, dizia que “Todas as cartas de amor são/ Ridículas/ As cartas de amor, se há amor/ Têm de ser/Ridículas”. E, realmente, parece difícil conhecer alguém apaixonado que não tenha sido, por uma vez, ridículo. Porque o amor assim o exige – uma entrega sem medo do ridículo, sem vergonha do que a outra pessoa vai pensar. O amor exige verdade e as cartas de amor também.

Autor por Jaque_Barbosa . 27/08/2014
Comentar

Todo mundo já viu seus sonhos de consumo serem bloqueados pela ditadura do vil metal. Mas mesmo quando a vontade é muita e o dinheiro é pouco, existe uma solução: esperar pelos dias de desconto e comprar aquilo que sempre se quis, mas nunca se pôde.

Autor por Jaque_Barbosa . 29/07/2014
Comentar