Arte

Hypeness Entrevista: Criador do Orelhão Sensus na Call Parade

por: Parceiro Hypeness

Assim como noticiado aqui sobre o Call Parade que está acontecendo em São Paulo, uma série de artistas foram convidados para expor seus trabalhos no formato inusitado de orelhão e é sobre isso que fiz uma entrevista com Bruno Petito, criador do orelhão “Sensus” e André Issao que além de parceiros artísticos, são também sócios do coletivo Opala Rosa Choque

[Hypeness] Como aconteceu o contato para dar vida ao orelhão?
[Bruno Petito] Fiquei sabendo sobre a Call Parade através da indicação de um amigo, a 2 dias do prazo de encerramento das inscrições. Tinha a idéia de fazer essa pintura a algum tempo, mas nunca conseguia por no papel. Como o prazo para inscrição da Call Parade era bem apertado, aproveitei para dar vida a essa ideia. Fiz um rascunho rapidamente e mandei para a organização do evento.

[Hypeness] E qual foi a reação quando veio o convite?
[Bruno Petito] Fiquei bastante surpreso e receoso, já que teria que dar vida ao orelhão utilizando técnicas tradicionais (tinta, pincel, etc) Tinha começado a estudar pintura tradicional a aproximadamente 1 mês antes de ser selecionado, não sabia se conseguiria finalizar o orelhão de uma forma satisfatória.

[Hypeness] Qual é o título da obra?
[Bruno Petito] Sensus

[Hypeness] Como veio a inspiração para fazer?
[Bruno Petito] Era uma ideia antiga que eu tinha, de desconstruir alguns elementos do corpo humano. A idéia aqui é traduzir o embaralhamento dos sentidos causada pela nossa exposição diária aos mais diversos estímulos, sejam eles visuais, sonoros, táteis, etc. Por isso pintei um rosto humano com a boca sendo desconfigurada por uma série de cubos, onde o personagem observa surpreso, como se quisesse falar algo, mas não consegue.

[Hypeness] Como foi o processo de criação?
[Bruno Petito] Foi mais simples do que eu imaginava. Eu acreditava que ia penar muito para conseguir pintar o orelhão da forma que eu imaginava, mas assim que comecei, a coisa foi acontecendo. Acho que essa é a parte legal da arte, com o tempo o autor e a obra se tornam uma coisa só.

[Hypeness] Qual técnica que vcs usaram?
[Bruno Petito] A base foi feita de spray, e finalização em tinta acrílica.

[Hypeness] Existiu alguma restrição por parte da Vivo pro desenvolvimento artístico?
[Bruno Petito] Não, foi totalmente livre.

[Hypeness] Esse movimento artístico sempre se torna convidativo pra expressar opinião ideológica. Vcs assumiram essa postura?
[Bruno Petito] Sim, um dos planos do Opala Rosa Choque é cada vez mais conceber projetos que tenham como objetivo questionar e tentar enxergar o mundo de uma forma mais clara. Estamos trabalhando muito nesse lado mais “artístico”. Apesar de termos bastante trabalhos comerciais (a maioria feitos para agências e produtoras) foram nossos projetos pessoais que nos deram a visibilidade que precisávamos no começo, e queremos resgatar esse lado mais autoral nos projetos atuais do Opala Rosa Choque

[Hypeness] Onde está o orelhao?
[Bruno Petito] Atualmente está na Joaquim Floriano, nº 304, mas em breve será realocado para a Praça da Sé (foi um pedido que eu fiz à organização do evento).

[Hypeness] Qual é a opinião sobre esse tipo de expressão artística?
[Bruno Petito] Acredito que tudo ganhe mais poder quando está na rua. O ambiente completa a obra, fica impossível dissociar uma coisa da outra, a obra pertence ao contexto que está inserida, e vice-versa.

[Hypeness] Na criação do orelhão, onde é possível identificar o DNA do coletivo Opala Rosa Choque?
[Bruno Petito] Acreditamos que tudo pode ser suporte para arte. Não nos limitamos a pintar apenas telas, ou desenhar apenas em papel. Atualmente temos vários projetos desse tipo, desde customizar latas de spray usadas, até fazer toy-art usando materiais pouco convencionais. Tentamos ao máximo não deixar o meio nos limitar. Se a folha de papel nos limita, vamos desenhar na parede.

[Hypeness] O obra do orelhão ficou foda, existe uma vontade de participar da Cow Parade?
[Bruno Petito] Com certeza. Acompanhamos a muito tempo a Cow Parade, mas até agora nunca sentamos para definir um projeto especifico para ela. Na próxima edição, com certeza teremos algo no papel para apresentar à produção do evento!

Confira abaixo o todos os passos da criação

Publicidade


Parceiro Hypeness

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Keanu Reeves está em novo filme do Bob Esponja e isso é maravilhoso