Empreendedorismo

A agência que acha gente com cara de mau para os filmes de Hollywood

30 • 01 • 2013 às 21:17
Atualizada em 08 • 04 • 2013 às 14:40
Paulo Moura
Paulo Moura Jornalista paulistano que adotou o Rio de Janeiro como casa. Possui mais de 15 anos de experiência em comunicação corporativa e é sócio-diretor da Agência VIRTA. Apreciador de cerveja, comida ogra, mar e tudo aquilo que combina ou remete a ele.

Sediada em Los Angeles, a Suspect é uma empresa especializada no politicamente incorreto. Seu trabalho é localizar e agenciar tudo aquilo que os diretores de cinema precisam para seus filmes de pancadaria: viciados, traficantes, prostitutas, cachorros de gangsters, carros de gangsters, rostos de gangsters tatuados, espancados e maltratrados pela vida nas ruas, e por aí vai.

Seu presidente, Manuel Jiménez,  membro de uma gangue por mais de dez anos, diz ter obtido sucesso na reabilitação de alguns de seus ‘atores’. “Tenho cicatrizes de feridas de bala e de facadas por todo o corpo. Me cansei daquilo e decidi procurar uma saída. Agora, quero oferecer uma oportunidade a esses garotos.”

Além de intermediar os contatos com os estúdios, a agência – que já tem mais de dez anos de estrada – oferece um treinamento que consiste basicamente em fazer caras e bocas: “Demonstre medo, raiva e ódio… Junte os dedos e finja que sua mão é uma pistola e atire para matar…”

Publicidade

Canais Especiais Hypeness