Empreendedorismo

Euforia e decepção no lançamento do PS4

por: Redação Hypeness

Dias atrás a Sony anunciou que faria uma conferência em Nova York para apresentar o futuro dos games. Muitos acreditavam que seria a apresentação do seu novo console, intitulado pelo público em geral de Playstation 4. Ontem o segredo foi revelado, com muita euforia mas acompanhado de algumas dúvidas e uma certa decepção.

A Sony realmente apresentou o seu novo console, chamado apenas de PS4, mas não mostrou o seu design em si, que segundo eles, ainda não está pronto. Especula-se que na próxima E3 em Junho, o PS4 e seu formato será revelado. Mas para compensar, mostrou alguns jogos de encher os olhos de qualquer gamer, como o medieval Deep Down da Capcom, as continuações de Killzone e Infamous, ambos exclusivos do PS4, Drive Club, um jogo de corrida baseado em equipes e o bellissímo Watcth Dogs da Ubisoft, jogo já conhecido dos gamers desde que foi apresentado na E3 no ano passado.

Uma das novidades do PS4, é que ele não rodará as mídias de seus antecessores e que também será possível capturar e subir vídeos de partidas, sendo essa parte uma aposta da Sony para um lado mais social de compartilhamento de vídeo. Jogos também poderão ser jogados enquanto baixados. O console terá 8GB de RAM e armazenamento de 256GB, seu controle será o DualShock 4 com uma pequena tela de touch no centro e será lançado no final de 2013.

Esperamos dessa vez que a Sony acerte no lançamento de um novo console e não cometa os mesmos erros do Playstation 3, lançado no valor de quase 7 mil reais e alvo de hackers na PSN.

Watch Dogs

Deep Down

Killzone: Shadow Fall

Infamous: Second Son

Drive Club

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Após KFC e Burger King, Subway também entra na onda da ‘carne’ que não é carne