Inovação

Viver sem internet por um ano – você conseguiria? Ele conseguiu.

por: Jaque_Barbosa

Ele trabalhava com a Internet todos os dias, mas houve um dia em que se cansou e disse ‘basta’. Paul Miller era jornalista e editor do The Verge mas sentia sua “alma corrompida” e se tornava “pouco produtivo” por culpa da Internet. Decidiu viver sem ela durante um ano (com “patrocínio” do The Verge, que continuou pagando seu salário como jornalista no ambiente offline) e descobriu que estava “errado”.

“I’m still here: back online after a year without the internet” é o diário de um jovem que deixou algo que parecia indispensável em seu cotidiano. Os primeiros meses de “desintoxicação digital” de Miller foram de descoberta, de voltar a conviver com pessoas reais, deixando de lado as relações virtuais.

Trocou seu smartphone por um telemóvel de primeira geração, deu longos passeios de bicicleta, leu literatura grega e até se dedicou à escrita de um romance. Quando chorou ao ver um filme (“Les Misérables”) achou mesmo que se tinha tornado em alguém melhor. Até chegarem as desvantagens: o melhor amigo e um colega de trabalho foram para a China e, sem Internet, o rastro se perdeu. Em breve, a vida social de Paul diminuía e ele se sentia isolado.

Com esforço, cumpriu a missão: entre 30 de abril de 2012 e 1 de maio de 2013, ele esteve desligado da rede. Mas concluiu que é lá que as pessoas estão. “O mais importante é encontrar um equilíbrio entre os benefícios da Internet e os prazeres da vida ‘offline’”, garante o jovem de 26 anos. Saiba mais dessa experiência radical no vídeo abaixo:

PaulMiller1

PaulMiller2

PaulMiller3

PaulMiller

E você, toparia o desafio? Acha que sua vida iria melhorar ou piorar sem internet?

Publicidade


Jaque_Barbosa
Poeira Estelar.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Professor usa slam para ensinar português em escola pública da ZL